segunda-feira, abril 23, 2018

Leo Vieira: Escritor, Apareça!


Como sempre falo, o maior inimigo do escritor é o ego. Antes de tudo o escritor precisa se apresentar.
Blogs, páginas literárias, sites, revistas em PDF, colunas em jornal virtual, redes sociais, Twitter, canal no Youtube, associações culturais, academias de letras, etc. A partir daí, o escritor vai construindo e cativando o seu público.
Com o aumento de acessos e visualizações nos blogs e Youtube, os sites farão inserção de publicidade e te pagarão.
Com essa popularidade, as editoras podem começar a sondar e oferecer proposta de parceria.
Produtores culturais podem fazer convites para palestras remuneradas (olha aí a oportunidade pra vender livros também!), entre outros projetos patrocinados. É um dinheirinho que vai entrando por todos os lados e aumentando consideravelmente com o seu progresso literário. E o melhor de tudo: você terá o luxo de poder dizer que vive do ofício de escritor. Se você é iniciante e desconhecido, é menosprezado e desprezado. Agora, se você tem na bagagem uma lista de blogs conhecidos, filiações acadêmicas, além de um bom apadrinhamento editorial, o tratamento muda e qualquer clichê é bem recebido.
Não se deve querer construir uma casa pelo telhado. E o pior: tentar encontrar um culpado por algo não ter dado certo.
Leo Vieira


® Leo Vieira- Direitos Reservados

Continue Lendo
Um comentário
Compartilhe:

sexta-feira, abril 20, 2018

[Lançamento Penalux] Poemas para metrônomo e vento - Roseana Murray

OLá Pessoal!

Antes de falar sobre o livro quero deixar um poema que mexeu muito comigo, por tudo que tenho passado e ele me mostrou que na verdade todas as respostas e curas estão dentro de nós mesmos. Espero que gostem!




A premiada escritora Roseana Murray lança o novo livro “Poemas para metrônomo e vento”. A obra publicada pela editora Penalux propõe reflexão sobre o cotidiano e a passagem do tempo.

Novo livro de Roseana Murray propõe reflexão sobre o cotidiano e a passagem do tempo
Quarta capa é assinada pelo premiado poeta Salgado Maranhão

A premiada escritora Roseana Murray traz para o cenário literário o novo livro “Poemas para metrônomo e vento”.  Publicada pela editora Penalux, a obra enfatiza o cotidiano que está em todas as coisas, como, por exemplo, na luz que vem do sol, no cheiro da mata ou do café, juntamente com a expressividade de suas existências e suas relações com o tempo. A quarta capa é assinada pelo premiado poeta Salgado Maranhão.

Segundo os editores Tonho França e Wilson Gorj, a autora propõe ao leitor uma reflexão sobre estas manifestações físicas de corpos e sabores, que só podem ser percebidas devido a íntima relação dos seres humanos com o passado, presente e futuro.

Marcando o ritmo

Assim como o metrônomo marca o ritmo das músicas e mensura a passagem do tempo, as páginas vão marcando o ritmo do cotidiano, as coisas observáveis e corriqueiras - como o nascimento da aurora, as borras de café, o quarto vazio - com os sentimentos fugazes que se perdem com a rotina inevitável e que são só percebidas no decorrer do tempo.

Quarta capa

O premiado poeta Salgado Maranhão, que assina a quarta capa, comenta que a poética de Roseana Murray é “tão genuinamente em sua harmonia verbal, que se instaura em nós como uma conversa iluminada”.

- Trata-se de uma poesia inaugural. Sua voz sopra de uma paisagem sintática única. Daí a sua enorme aceitação junto ao leitor, semelhante aos ancestrais da sua família poética, como Manoel Bandeira, Cecília Meirelles, Mário Quintana e Manoel de Barros - ressalta.

 Sobre a autora

Graduada em Língua e Literatura francesa pela Universidade de Nancy, Roseana Murray é autora de livros de poesia e contos para crianças, jovens e adultos. Tem cerca de cem livros publicados. Conquistou ao longo de sua carreira os Prêmios: A.P.C.A, O Melhor de Poesia da F.N.L.I.J ( por quatro vezes) e Prêmio A.B.L para livro infantil.

Faz parte da Lista de Honra do Organismo Internacional I.B.B.Y que abriga os melhores autores de literatura infanto-juvenil do mundo. Faz palestras sobre a formação do leitor e trabalha com o projeto de leitura com Escolas Públicas em sua casa.




Ficha técnica:
Título: Poemas para metrônomo e vento
Autor: ROSEANA MURRAY
Publicação: 2018
Editora: Penalux
Tamanho: 14x21 cm
Páginas: 110
Preço: R$ 40,00




Para comprar clique na imagem!


E gente! Eu fiquei tão apaixonada com a leveza de seus poemas que não resisti e vou botar outro aqui, por favor me digam o que acharam! (Risos) Bjs


Contatos


Assessora de Imprensa

(21) 3518-5521
(21) 98102-2441
(21) 98379-5098

Drumond Assessoria de Comunicação
Redes sociais:



Continue Lendo
5 comentários
Compartilhe:

quarta-feira, abril 18, 2018

[Resenha] Caraval - Stephanie Garber


Sinopse Scarlett nunca saiu da pequena ilha onde ela e sua irmã, Donatella, vivem com seu cruel e poderoso pai, o Governador Dragna. Desde criança, Scarlett sonha em conhecer o Mestre Lenda do Caraval, e por isso chegou a escrever cartas a ele, mas nunca obtivera resposta. Agora, já crescida e temerosa do pai, ela está de casamento marcado com um misterioso conde, e certamente não terá mais a chance de encontrar Lenda e sua trupe, mas isso não a impede de escrever uma carta de despedida a ele. Dessa vez o convite para participar do Caraval finalmente chega à Scarlett. No entanto, aceitá-los está fora de cogitação, Scarlett não pretende desobedecer ao pai. Sendo assim, Donattela, com a ajuda de um misterioso marinheiro, sequestra e leva Scarlett para o espetáculo. Mas, assim que chegam, Donattela desaparece, e Scarlett precisa encontrá-la o mais rápido possível. O Caraval é um jogo elaborado, que precisa de toda a astúcia dos participantes. Será que Scarlett saberá jogar? Ela tem apenas cinco dias para encontrar sua irmã e vencer esta jornada.

Olá Pessoal!

Depois que terminei de ler descobri ser série fiquei irada ( sou avessa a série) mas vamos ver se um dia vou ler ou esperar que alguém me conte tim tim por tim tim os outros livros.
Mas o legal deste livro que tem um desfecho bacana então você não fica a ver navios. o final é conclusivo, afinal lembre-se tudo é um jogo! E eu achei a leitura muito, muito gostosa.

Scarlett sempre cuidou da irmã para superar o desaparecimento da mãe, mesmo ela não sendo tão mais velha. Com constante violência do pai e lembrando do que ouvia de sua avó sobre o Caraval, todo ano escrevia uma carta ao sr Lenda para que ele viesse à sua cidade.

Agora de casamento marcado com um Conde que nunca viu, chega-lhe em suas mãos  após décadas três convites para participar do jogo. E faltam poucos dias para o casamento e ela nem sabe se o noivo irá querer saber disso.

Donnatella  elabora tudo com tanta destreza que não tem como Scarlett não seguir com o mau feito e ainda usa o tal misterioso marinheiro do qual  ela não tinha confiança nenhuma.

E Scarlett que teme tanto pela irmã impulsiva se vê em uma grande aventura, livre e mais corajosa.

A autora foi muito feliz conseguiu mesclar romance, aventura, fantasia e magia. Eu me senti contagiada em cada segundo, em cada reviravolta e tem bastante viu!!!
Foi uma deliciosa leitura. Só queria um livro único. rs

Continue Lendo
3 comentários
Compartilhe:

segunda-feira, abril 16, 2018

Leo Vieira: Lidando com Oportunistas


Se eu fosse contar o que eu já passei, daria um livro imenso. Talvez até uma trilogia.
Eu administrava os blogs de algumas academias de letras onde participava e o pessoal achava que eu tinha que pesquisar biografia e prestar assessoria pra cada um dos acadêmico...
Já fui convidado até mesmo para entrar num esquema de “pirâmide” de divulgação. Enfim, o produto não deve ser espremido como se fosse laranja, senão o resultado será um bagaço literalmente,
Aprendi a costurar e confeccionei bonecos dos meus personagens e lá veio um monte de pedidos de bonequinhos grátis. Alguns pedidos eu tento explicar. Outros eu nem me preocupo em responder.
E o pessoal que vem na timeline pedindo livros impressos grátis pelo correio? São todo o tipo de historinhas: resenha, sorteio do blog, pra um fã que não pode pagar...
Eu até parei de adicionar amizades literárias de conveniência. Quem quiser acompanhar meus textos, livros e quadrinhos que confiram nos blogs. Também parei de ficar ajudando um a um in box porque no final o mérito era só do ajudado e eu acabava descartado. Tem horas que a gente cansa de ser legal com todo mundo e não ter o mínimo de consideração. Prefiro caminhar sozinho e devagar do que ser um idiota cercado de oportunistas.
A dica é: pra não evitar aborrecimentos, finja que não entendeu o pedido. Enrole também; diga que quando tiver, enviará; essas coisas. Se a pessoa não vale a pena, diga não e pronto.
Leo Vieira




® Leo Vieira- Direitos Reservados

Continue Lendo
10 comentários
Compartilhe:

sexta-feira, abril 13, 2018

[Resenha] Belas Adormecidas - Stephen King e Owen King

Sinopse Em uma colaboração inédita entre pai e filho, Stephen King e Owen King criam um cenário aterrorizante ao fazer uma simples pergunta: O que seria do nosso mundo — masculino, violento e opressivo — se todas as mulheres fossem embora? Pelo mundo todo, algo de estranho começa a acontecer quando as mulheres adormecem: elas são imediatamente envoltas em casulos. Se despertadas, se o casulo é rasgado e os corpos expostos, as mulheres se tornam bestiais, reagindo com fúria cega antes de voltar a dormir. Em poucos dias, quase cem por cento da população mundial feminina pegou no sono. Sozinhos e desesperados, os homens se dividem entre os que fariam de tudo para proteger as mulheres adormecidas e aqueles que querem aproveitar a crise para instaurar o caos. Grupos de homens formam as “Brigadas do Maçarico”, incendeiam em massa casulos, e em diversas partes do mundo guerras parecem prestes a eclodir. Mas na pequena cidade de Dooling as autoridades locais precisam lidar com o único caso de imunidade à doença do sono: Evie Black, uma mulher misteriosa com poderes inexplicáveis. Escrito por Stephen King e Owen King, Belas adormecidas é um livro provocativo, dramático e corajoso, que aborda temas cada vez mais urgentes e relevantes.

Olá pessoal!

 Sou fã de Stephen King desde criança, mas esse livro me deixou dias refletindo sobre escolhas ( enquanto mulher) esperança , feminismo, machismo e convivência.

Em um enredo apocalíptico, os Kings nos coloca em uma situação em que as mulheres do mundo todo  não acordam mais e ai daqueles que tentem fazê-lo elas se tornam feras devoradoras, verdadeiros monstros e voltam a dormir novamente envolta em uma teia que parece um casulo.

O interessante é que as mulheres do Condado de Dooling enquanto encasuladas suas “almas” acordam na mesma cidade. O tempo lá corre mais rápido e enquanto só faz cinco dias do que foi chamado “vírus da Aurora”, lá já são quase um ano.

Eu fiquei pensando o que difere essas mulheres das outras no mundo e cheguei a conclusão que era por serem mulheres participativas na sociedade seja por um bom conceito ou não, digo isso porque há no Condado uma penitenciária feminina todas castigadas pela coletividade masculina.

E é também nessa cidade que aparece Eva, uma mulher que dorme e acorda e tem poder sobre tudo que é ser vivo, principalmente os animais e as mariposas. E ela tem um propósito grandioso. Ela se encontra na penitenciária feminina .

Todas as personagens femininas neste livro são empoderadas, temos:
Janice diretora da prisão, Michaela sua filha que no momento não estava na cidade( mas vai estar)  é uma jornalista competente.

Lila, Xerife do condado que é casada com Clint psiquiatra da penitenciária e várias outras mulheres que aos poucos conheceremos suas histórias.

O que acontece é que o mundo vira um caos, tem homens querendo matar os casulos, os homens de Dooling entram em guerra contra a penitenciária onde está Eva. Eles acabam entrando em conflitos diante da profundidade dos acontecimentos e digo que por mais que eu não concorde com algumas ações, acabei entendendo as motivações.
De alguma forma todos querem tirar proveito da situação e tem cenas e frases que causam nojo e indignação.

Eu amei a leitura, amei o desfecho embora eu ainda me pergunto se teria feito a mesma escolha.
Vale demais ler, refletir e o assunto é mais que relevante nos dias atuais .
Contudo não difere do que já estamos acostumados ao ler os livros de King, claro a não ser pelo enredo..

Sobre o autor

Stephen King é autor de mais de cinquenta livros best-sellers no mundo inteiro. Os mais recentes incluem Revival, Sr. Mercedes, 
Doutor Sono, Sob a redoma (que virou uma série de sucesso na TV) e Novembro de 63 (que entrou no TOP 10 dos melhores livros de 2011 pelo New York Times Book Review e ganhou o Los Angeles Times Book Prize na categoria Terror/Thriller e o Best Hardcover Novel Award da organização International Thriller Writers). Em 2003, King recebeu a medalha de Eminente Contribuição às Letras Americanas da National Book Foundation e, em 2007, foi nomeado Grão-Mestredos Escritores de Mistério dos Estados Unidos.

Ele mora em Bangor, no Maine, com a esposa, a escritora Tabitha King.

Os livros imperdíveis de Stephen King conheça AQUI  no Site da:



Continue Lendo
8 comentários
Compartilhe: