segunda-feira, fevereiro 05, 2018

Leo Vieira: Quando Livros Falam Demais e Contam Pouco

Eu já li histórias boas, porém enfadonhas somente pelo fato de serem longas demais. Poderiam muito bem ser resumidas em livros menores.
Eu estou com muitas sinopses e argumentos guardados, que não sei ainda se vão se tornar contos, enredos paralelos ou romances.
O conselho é sempre o mesmo: Não tenha pressa.
Analise sempre e deixe a história germinar na sua cabeça, antes de transcrevê-la no papel.

Leo Vieira

Magnólea
® Leo Vieira- Direitos Reservados

ESCRITOR (romances, contos, crônicas, composições musicais e roteiros [com filiações e reconhecimentos acadêmicos]), ATOR (teatro e dublagem [com DRT]), ILUSTRADOR (personagens próprios, quadrinhos independentes e desenho animado), e PRODUTOR CULTURAL (feiras literárias). Sua formação é teológica; atualmente está estudando Pedagogia (faculdade), Jornalismo, Cinema e Marketing (por conta própria).

22 comentários :

  1. Oi, tudo bem? Sim, é melhor é esperar e analisar bem aquilo que desejamos fazer com nossa escrita. Gostei muito da tirinha. Parabéns.
    abraço

    ResponderExcluir
  2. Oiii Léo

    É verdade, às vezes o argumento é ótimo mas o autor se perde em parágrafos desnecessários, usa palavras demais, e o leitor acaba sem entender a essência do que está lendo. Às vezes menos é mais.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice. A graça em uma piada é exatamente a simplicidade e velocidade em contar e a outra parte captar, achar graça e o efeito é realizado. Desta forma, um bom texto não precisa de firulas.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  3. Oi, tudo bom?
    Também já li alguns livros que ficariam bem melhores se fossem mais curtos, mas faz parte da vida de leitor. Adorei a tirinha.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  4. Olá! Adorei essa tirinha, bem verdade! Alguns autores querem fazer algo bem recheado, porém não tem o felling e acaba só piorando. Teve livros que não passei do primeiro capítulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Rafael. Nem tudo deve se transformar em livro. Talvez até mesmo uma crônica sairia melhor. Um exemplo excelente é o best seller "Quem Mexeu no Meu Queijo?"
      Abraços,
      Leo Vieira

      Excluir
  5. Olá,

    Tem livros que pecam justamente pelo excesso de detalhes ou detalhamento de locais que aparecem pouco no desenrolar dos livros. Tive uns problemas com livros do King, porque ele abusa do detalhamento excessivo e isso cansa facilmente.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joanice. Isso cansa e desinteressa mesmo o leitor, que precisa fazer esforço para construir na mente o enredo e cenário e acaba se distraindo e deixando a leitura correr vazia até desistir.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  6. Hahaha oi Leo, tudo bem?
    Adorei sua tirinha, pra começar! E boa a sua crítica com relação aos enredos dos livros. Já li muito trabalho que a coisa foi tão corrida que eu cheguei no final não entendendo bulhufas, ou então aqueles casos de que o autor fica tão preocupado em descrever cada detalhe da história, que acaba fazendo com que ela perca todo o sentido.
    Você disse tudo: não tenha pressa.
    É só lembrar da JK Rowling e que ela demorou 7 anos pra escrever o primeiro livro do Harry Potter hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Abby. Nas próximas tirinhas vocês vão acompanhar as investidas frustradas do beija-flor com a florzinha verde.
      Eu também levei um bom tempo só pra organizar o argumento do meu primeiro livro. Atualmente eu também tenho projetos que estão há 5 anos em desenvolvimento.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  7. Tem acontecido muito isso ultimamente, com séries que parecem está se esticando quando já deveriam ter terminado. Uma pena isso.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Rose. Em tudo na vida, simplificando se torna muito mais interessante.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  8. Olá, também já encontrei alguns livros que se fossem menores, enrolassem menos, talvez fossem leituras bem melhores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Mari. Obrigado pelo comentário.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  9. Oi
    Concordo com você esse é o pior tipo de leitura,aquele que o autor fica enchendo linguiça não tenho paciência. Faz bem em revisar os teus também faço isso com as minhas histórias.
    Beijo
    Raquel Machado
    Leitura kriativa
    Http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raquel. Os autores de novela quando precisam ampliar o conteúdo para os próximos capítulos, usam regras simples, como trazer ao vídeo personagens pouco comentados e representar no ar o que seria apenas contado. Isso ajuda a sustentar a obra, sem precisar enrolar.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  10. Oie
    nossa é muito ruim quando o livro tem tudo para ser bom mas o autor acaba se perdendo e dando detalhes desnecessários, palavras repetitivas, entre outras coisas, quantos livros eu tinha expectativa gigante e acabei não gostando por conta disso

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Catharina. Como seria bom se alguns escritores se atentassem nisso. Um exemplo legal são os livros de bolso, que garantem uma hora inteira de leitura cheia de intensidade.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  11. Oie
    Concordo com você! Alguns autores(as) colocam detalhes em excesso, o que acaba estragando a estória. Ótima dica você deu, é sempre bom deixar a história germinar primeiro para depois transcrevê-la. Adorei a tirinha também.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem Leo?
    Eu adorei a publicação, a tirinha ficou muito boa. Sobre detalhes eu concordo contigo!
    Abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!. ♥♥
Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
Comentários ofensivos serão apagados!

Títulos que talvez seja do seu interesse!