segunda-feira, abril 16, 2018

Leo Vieira: Lidando com Oportunistas


Se eu fosse contar o que eu já passei, daria um livro imenso. Talvez até uma trilogia.
Eu administrava os blogs de algumas academias de letras onde participava e o pessoal achava que eu tinha que pesquisar biografia e prestar assessoria pra cada um dos acadêmico...
Já fui convidado até mesmo para entrar num esquema de “pirâmide” de divulgação. Enfim, o produto não deve ser espremido como se fosse laranja, senão o resultado será um bagaço literalmente,
Aprendi a costurar e confeccionei bonecos dos meus personagens e lá veio um monte de pedidos de bonequinhos grátis. Alguns pedidos eu tento explicar. Outros eu nem me preocupo em responder.
E o pessoal que vem na timeline pedindo livros impressos grátis pelo correio? São todo o tipo de historinhas: resenha, sorteio do blog, pra um fã que não pode pagar...
Eu até parei de adicionar amizades literárias de conveniência. Quem quiser acompanhar meus textos, livros e quadrinhos que confiram nos blogs. Também parei de ficar ajudando um a um in box porque no final o mérito era só do ajudado e eu acabava descartado. Tem horas que a gente cansa de ser legal com todo mundo e não ter o mínimo de consideração. Prefiro caminhar sozinho e devagar do que ser um idiota cercado de oportunistas.
A dica é: pra não evitar aborrecimentos, finja que não entendeu o pedido. Enrole também; diga que quando tiver, enviará; essas coisas. Se a pessoa não vale a pena, diga não e pronto.
Leo Vieira




® Leo Vieira- Direitos Reservados

ESCRITOR (romances, contos, crônicas, composições musicais e roteiros [com filiações e reconhecimentos acadêmicos]), ATOR (teatro e dublagem [com DRT]), ILUSTRADOR (personagens próprios, quadrinhos independentes e desenho animado), e PRODUTOR CULTURAL (feiras literárias). Sua formação é teológica; atualmente está estudando Pedagogia (faculdade), Jornalismo, Cinema e Marketing (por conta própria).

16 comentários:

  1. Adorei os quadrinhos. O meu preferido foi o do livro verde, genial.
    Sua reflexão no texto é bem pertinente, e eu também preciso de adicionar amizades literárias de conveniência. Essas amizades acabam não contribuindo em nada para a nossa formação e priorizar aquelas que contribui é mais importante.

    abraço
    www.decaranasletras.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Érika! O seu blog é excelente!
    Abraços,
    Leo Vieira

    ResponderExcluir
  3. É meu caro. Difícil viu?
    Imagino o que você passou e ainda passe.
    Eu evito pedir coisas a autores. as coisas já são bem difíceis para ficar pedindo.
    Mas Foco, força e fé que no final, vai dar sempre certo!

    Beijinhos

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Obrigado, Ana. Hoje eu estou um pouco mais arisco.
    Não me importo em ajudar os outros não. Ainda ajudo, recomendo. Chego até a tirar do que eu tenho. Mas quando eu noto que a "amizade" é só para esse propósito, me fecho mesmo.
    Beijos,
    leo Vieira

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    São as tão conhecidas permutas literárias, cabe cada um de fato fazer sua parte. Mas, hoje em dia com a crise, tudo se tornou mais difícil mesmo... Acho que você deve seguir seu coração. Faça o que achar melhor pra ti e para seu trabalho que é árduo. Adorei as tirinhas!
    Abs
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nizete! Obrigado pelo comentário.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  6. quando se fala em parcerias, é necessário que haja uma ajuda mútua, equivalente... do jeito que tem blogueiro pilantra tem autor no mesmo naipe.. eu particularmente nem peço parcerias há mto tempo, já pra evitar dores de cabeça... quando me interesso em alguma obra, acabo divulgando sem nem fazer parceria, mas por achar que condiz com o público do meu blog e que vale a pena... enfim...

    infelizmente vc passou por experiÊncias ruins, mas desejo que vc obtenha êxito com suas publicações e que saiba contornar esses dissabores por parte dos oportunistas...
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria Valéria. Obrigado pelo comentário.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  7. Oi, tudo bem?
    Infelizmente, isso tem se tornado cada vez mais comum no meio literário. Já vi muitos blogueiros sendo oportunistas, mas também muitos autores, que querem divulgação dos seus livros sem oferecer nada em troca. Além disso, ainda tem aquelas pessoas totalmente aleatórias que surgem pedindo livros de graça.
    Enfim, tem muitos oportunistas mesmo e é preciso ficar bastante atento.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria Luíza. Isso acontece em todo o meio, mas infelizmente temos também que saber lidar e contornar a situação de forma pacífica para não ficarmos com fama de brigão. Dispensar projetos educadamente, alertar amigos em off, entre outras formalidades.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  8. Para esse tipo de gente, aprendi a afazer ouvido de mercador e empurrar com a barriga, em último caso, excluo geral de minha vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desse jeito mesmo, amiga.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  9. Oie
    é bem complicada essa vida de autor aqui no brasil e em relação as parcerias tbm é difícil já que muitas vezes o blogueiro prefere a versão física, mas entendo totalmente seu lado,

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Catharina. Eu não condeno ninguém por isso não. Inclusive, já até consegui trabalhar por um longo tempo com tais pessoas. Mas chega uma hora que o desgaste é inevitável.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  10. Realmente tem gente que não faz ideia de como lidar com parcerias rs, são umas ideias loucas que aparecem, seu texto ficou ótimo :)
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!. ♥♥
Comentários ofensivos serão apagados!