quarta-feira, abril 04, 2018

[Resenha] As gêmeas - Saskia Sarginson


SinopseAs gêmeas Isolte e Viola eram inseparáveis na infância, mas se tornaram mulheres muito diferentes: Isolte tem um emprego glamouroso em uma revista de moda de Londres, namora um fotógrafo e vive em um bairro descolado. Viola, desesperadamente infeliz, luta contra um transtorno alimentar e não faz questão de se ajustar a nenhum grupo. O que pode ter acontecido para levar as gêmeas a seguirem trajetórias tão desencontradas? À medida que as duas jovens começam a reviver os eventos do último verão em família, terríveis segredos do passado vêm à tona – e ameaçam invadir suas vidas adultas.

Olá pessoal, tudo bem?


Comecei a ler o livro, As gêmeas,  por acaso, quando estava numa fila do SUS, pelo celular, e eu nem sei porque estava lá. Ele me manteve entretida pelo mistério existente no passado de Viola e Isolte.


Viola e Isolte sempre se consideraram uma só, gêmeas idênticas e infância conturbada. Nunca souberam quem fora seu pai biológico, pois sua mãe vivia em uma comuna (Município considerado como aglomeração de famílias independentes no Estado). São chamados de hippies.
Durante a infância elas viviam fantasiando várias histórias, de quem seria e como seria seu pai.


Quando Rose (a mãe) se cansou da vida na comuna, resolveu se mudar para uma casa na floresta, para viver apenas as três. As meninas exultaram.
Porém, alguns acontecimentos fugiram ao controle da mãe, o que levou a vida das meninas ficar insuportável. Seus únicos amigos eram os gêmeos  John e Michael, que também não tinham uma infância saudável e talvez até pior que as duas.
Quando ainda eram crianças surgiu Polly , filha de um pretendente de sua mãe, porém alguns fatos nos fazem duvidar da existência dela. Aqui fica uma brecha.


Hoje adultas e separadas, cada uma carrega seus fantasmas.
Isolte é uma profissional competente e renomada, tem uma vida financeira estável e um relacionamento perfeito. Seu passado não a deixa ser totalmente feliz, principalmente porque sua irmã sucumbiu à dor.


Viola  tem anorexia , depressão grave, vive remoendo o passado se sente culpada por tudo que aconteceu(?). Está internada há algum tempo, perdeu a vontade de viver. Mas um fato novo exige que Isolte volte ao lugar de suas infâncias, e isso anima Viola.


Ao voltar ao lugar onde moravam, Isolte faz descobertas tristes, mas que talvez, ao encarar o passado possa fazer com que as irmãs levem uma vida melhor emocionalmente, principalmente Viola.


A narrativa é feita intercalando o passado com o presente, com flashes dos acontecimentos sob o ponto de vista de cada uma, o que às vezes confunde o leitor sobre quem está  narrando em certos momentos.


O desfecho deixa vários fios soltos, como a personagem Polly. O que Viola presenciou  enquanto estava internada? o que acontece com Isolte e Ben seu namorado? Principalmente, o que acontece com Viola e John?


Contudo, eu gostei do livro, pois me manteve entretida e ansiosa por terminar e desvendar o mistério que o livro propõe, mesmo que nos deixe sozinhos para continuar a história.
Não é um livro espetacular, mas foi uma leitura diferente, um romance sem o tal “felizes para sempre” que estamos acostumados. Todavia, vale a leitura.      

48 anos até novembro, paulistana, louca por livros de terror, Thriller psicológico, policial, jurídico... Mas não dispensa outros gêneros. Também apaixonada por filmes e séries.

18 comentários:

  1. Tudo bem?
    Apesar de você dizer que não é uma leitura espetacular eu estou muito curiosa para ler esse livro.
    Curto a pegada que o livro trás..
    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Marcia, já faz um tempo que quero ler este livro, ainda não tenho ele. Gosto quando tem um mistério e principalmente, muito drama. Pena que tu não gostou dele tanto assim, mas parece ser uma boa leitura.
    Gostei muito de tua resenha.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Caramba, mesmo você dizendo que não foi um livro espetacular (na verdade, eu acho bem difícil conseguirmos achar livros assim, então tá de boa pra mim), eu fiquei bem curiosa para conhecer essa história, afinal, quanto mistério por trás dessas gêmeas, né?
    Gostei muito de sua sinceridade e espero conseguir ler o livro em breve.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Oiii Marcia

    Me incomoda um pouco esses desfechos que vão deixando os cabos soltos por conta do leitor tentar unir os pontos e fazer sua própria versão, acho que quando a gente se prende em uma história, quer saber os detalhes e quer um final satisfatório pra cada personagem e subtrama. Enfim, de momento não é uma história que me chama muito a atenção, por agora acho que deixaria passar.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Oii tudo bem ?
    Gostei da resenha mais infelizmente irei passar a dica dessa vez.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia este livro ainda, mas ainda bem que trouxeste a resenha! Mesmo não sendo o meu género habitual de leitura...

    Enfim, adoro essa mistura de passado e presente, que te deixou assim entretida e ansiosa na historia!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia este livro da editora e achei a proposta bem legal.
    Mas odeio essa sensação de fios soltos (ainda mais quando se trata de uma história única) rs, mesmo assim fiquei com vontade de ler e conhecer melhor as irmãs =D

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  8. Olá Márcia, tudo bem?
    Eu amo esse gênero literário e a sinopse chamou muito a minha atenção. Eu já tinha lido outras resenhas dele antes da sua, e mesmo tendo algumas ressalvas quero conhecer a história e tirar as minhas próprias conclusões.

    Beijos e abraços
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Márcia, tudo bem? Concluso com a sinopse e sua resenha que o livro é diferente do que estamos acostumados a nos deparar no mercado editorial, fiquei intrigada com a leitura, mas assim como você tenho certeza de que pensaria em todos os pontos não revelados e isso ficaria vários dias passando na minha cabeça. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Faz tempo que tinha esse livro na estante, mas acabei me desfazendo dele. Não sou muito fã desse gênero de leitura, mas a premissa dele livro é muito boa, essas narrativas com flash back sempre confundem um pouco. rsrs

    Beijos,
    Eli - Blog Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Nossa não ouço falar desse livro tem muito tempo, e por ainda ser de um gênero que não leio, não seria algo que iria querer arriscar. Que bom que funcionou para você no momento que estava lendo, te prendendo. Livros são assim e cada um tem uma perspectiva dele dependendo do momento. Ótima resenha!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. O enredo parece ser bem morno, sem muitas surpresas, apesar da sua resenha me deixar curiosa com alguns pontos. Apesar disso eu passo a dica, pois nada mais irritante do que desfecho com fios soltos, acho que são muitas perguntas sem respostas para um livro único, passo a dica.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu não conhecia o livro, mas fiquei curiosa com a leitura. A premissa me agradou bastante e acho que eu curtiria muito se o lesse. Achei a capa parecida com As Gêmeas do Gelo e até achei que fosse o mesmo livro (antes de ler a resenha, claro)

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Tenho esse livro, mas até hoje não peguei pra ler. Gostei de conhecer mais da história dessas duas meninas, parece ter um drama que deixa a leitura bem instigante.
    Vou até pegar pra conferir essa leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  15. Olá Márcia!
    Já havia visto esse livro, e lembro que fiquei bem intrigada com essas gêmeas, mas como são muios livros, acabamos deixando alguns passarem. Esse livro tem elementos que gosto muito, um mistério e também o tema família que gosto muito. Gostei de ler a sua resenha, me deixou mega curiosa com a Polly rs' quem sabe eu não me anime novamente para ler!

    beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi Márcia, tudo bem?
    Não conhecia o livro e fiquei curiosa quanto a trama. Gostei da sua resenha é objetiva e levanta pontos importantes do enredo. Adicionei a lista de leitura e espero poder ler ainda este ano! Dica anotada!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi! Eu li esse livro há alguns anos, mas acredita que não lembro de nada dele? é como se não tivesse lido! Fico frustrada quando ficam tantos buracos na trama, e talvez por esse motivo que o esqueci, mas, que bom que foi um enredo que conseguiu te prender.

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem? Putz, eu tenho grande dificuldade em gostar dos livros da Novo Conceito, tanto é que deixei de lê-los, pois os que li me proporcionaram uma leitura morna e sem emoção. Fiquei curiosa para saber sobre a vida das garotas na floresta e para saber mais sobre a saúde mental de Viola, mas confesso que tenho um super pé atrás, ainda mais que você disse todos esses fios soltos... Eu gosto de finais em aberto, mas acho que eles precisam fazer um sentido. Esse não parece o caso :/ Mas gostei muito da sua resenha, até porque não conhecia o livro.

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!. ♥♥
Comentários ofensivos serão apagados!