segunda-feira, agosto 06, 2018

Leo Vieira: O Escritor que é um Bom Vendedor


Em uma feira literária em que eu fui coordenador adjunto, os que venderam mais livros foram os mais simpáticos. Isto é, não adianta escrever uma obra maravilhosa com uma capa exuberante, se o autor não tiver simpatia para cativar o leitor; ele dificilmente arrematará um bom negócio.
Além de ser comunicativo, ele também precisa ser inteligente, articulado, ter boa aparência, etc.
Há um colega que também é músico que vendia o seu livro infantil em escolas, além de fazer uma apresentação das musiquinhas próprias. Ele inclusive postava as fotos do circuito. Se ele mantivesse o foco e ritmo de vendas e publicações, é claro que uma editora o procuraria.

Hoje em dia observo alguns escritores mimizentos cheios de picuinhas, achando um absurdo escrever e investir em auto publicação. Querem que tudo caiam do céu e o cacete. Realmente seria maravilhoso um escritor publicar e todas as centenas de amigos comprarem um exemplar, mas seria utópico. Eu mesmo dificilmente compraria.
O cotidiano e também a idade passando vão me fazendo amadurecer e aceitar que as coisas não andam como eu queria que fosse. Mas nem por isso vou recuar ou me revoltar.
Leo Vieira



® Leo Vieira- Direitos Reservados

ESCRITOR (romances, contos, crônicas, composições musicais e roteiros [com filiações e reconhecimentos acadêmicos]), ATOR (teatro e dublagem [com DRT]), ILUSTRADOR (personagens próprios, quadrinhos independentes e desenho animado), e PRODUTOR CULTURAL (feiras literárias). Sua formação é teológica; atualmente está estudando Pedagogia (faculdade), Jornalismo, Cinema e Marketing (por conta própria).

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada pela visita!. ♥♥
Comentários ofensivos serão apagados!