segunda-feira, junho 08, 2020

Leo Vieira: Os Enredos Informais sem Linguagem Rebuscada


Eu li recentemente um livro de história que contava sobre os acontecimentos de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, muito antes da sua vida. A biografia focava nos pais, nos avós e toda a trajetória dos inconfidentes. A obra é tão bem construída que parece até  mesmo um romance. O livro foca muito no aspecto do Brasil da época, falando sobre a situação dos demais habitantes, os trabalhadores, os costumes da época... tudo sem diálogo. Isso acabou sendo um exemplo de bom exercício de construção literária. É um enredo informal, sem linguagem rebuscada, mas rico em informação. Por que não fazer uma história inteira sem diálogos? somente as teorias narrativas. Fica uma lição no ar.
Leo Vieira



® Leo Vieira- Direitos Reservados

ESCRITOR (romances, contos, crônicas, composições musicais e roteiros [com filiações e reconhecimentos acadêmicos]), ATOR (teatro e dublagem [com DRT]), ILUSTRADOR (personagens próprios, quadrinhos independentes e desenho animado), e PRODUTOR CULTURAL (feiras literárias). Sua formação é teológica; atualmente está estudando Pedagogia (faculdade), Jornalismo, Cinema e Marketing (por conta própria).

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada pela visita!. ♥♥
Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
Comentários ofensivos serão apagados!

Títulos que talvez seja do seu interesse!