PUBLICIDADE

Entrevista com o escritor Leo Vieira


Olá pessoal!

Eu conheço Leo Vieira desde 2011 quando o Mundo Literário ainda era só uma página no Facebook, construímos uma amizade/literária/virtual muito bacana e é uma honra tê-lo aqui como colunista e entrevistá-lo novamente.
Leo Vieira é ator, escritor, produtor cultural, Capelão, Comendador, Bacharel,
Mestre e Doutor em Teologia. Escreve romances, contos, crônicas, composições musicais e roteiros (com filiações e reconhecimentos acadêmicos), Ator de teatro e dublagem. Ilustrador de personagens próprios, quadrinhos independentes e desenho animado.
É também produtor cultural de feiras literárias. atualmente está estudando Letras, Jornalismo, Cinema e Marketing.
Alecognição foi seu primeiro livro publicado pela Editora Lexia, seguido por Dimensão Boreal e O Vulcão da Vaca Maldita que não chegaram a ser impressos, porém, o autor disponibiliza o arquivo em PDF  para quem se interessar e aqui no Mundo Literário temos as resenhas basta clicar nos títulos.


Oi Leo! Nos conte sobre Alecognição. Já pensou em colocar pelo menos os três primeiros volumes no site da Amazon?
– Oi, Marcia. Os três livros da série (que foram escritos há seis anos) por enquanto estão apenas no blog Leo Vieira Livros (leovieiralivros.blogspot.com.br). O motivo de não aderir ao Amazon é que eu pretendo concentrar as visitas em um espaço exclusivamente meu (o que tem dado certo). Tenho outros livros programados e pretendo futuramente transformar o blog em um portal bem mais interativo.
Quando surgiu a ideia das charges e tiras Leo Terário?
– Começou quase que por acaso. Quando comprei uma mesa digitalizadora em 2014, comecei a fazer ilustrações próprias para as postagens do blog Antro Literário (antroliterario.blogspot.com.br). Era a minha caricatura interagindo com diversas situações. Daí veio a ideia das charges da campanha “Leia + Livros” e vi que o personagem precisava de nome. Como eu já estava programando um blog somente para quadrinhos (coliseudosquadrinhos.blogspot.com.br), criei os personagens e levei o projeto para registro na Biblioteca Nacional. O nome é um trocadilho com a palavra “literário”. As charges chegaram a ser traduzidas e publicadas em uma revista literária espanhola. As tiras surgiram em 2016 e para esse ano vem mais um lote de historinhas e novos projetos.
A Família (Familiterário) terá uma história com sequência? Qual a história dessa família?

– Nesse caso, a necessidade de expansão do projeto exigiu a criação de mais personagens e maior desenvolvimento deles. A família tem o papai escritor (Leo Terário), a mamãe bibliotecária (Lívida), o filho entregador de jornais (Levi), a bebê (Lavínia), os cachorros (Líterus e Leopis), o gato (Linho), a coruja (Oleover) e tem até um elefante (Eleofante), um leão (Leantro) e muitos outros vizinhos e vilões especiais. São mais de duzentos personagens que povoam o núcleo e todos estão ganhando seu espaço aos poucos (mapa exclusivo) através de ilustrações, tiras e outros projetos.
Fale sobre seus projetos futuros?
– Prefiro contar o que está mais próximo da realidade e concretização. Tenho feito tudo praticamente sozinho. Em 2016, aprendi a costurar para poder confeccionar os bonecos dos personagens. A imagem de brindes e produtos personalizados chamam mais a atenção e dão uma aparência mais profissional. Foram feitos sorteios, que ajudaram a atrair visitantes nas páginas. Já modelei os trajes e cabeças dos personagens vivos para um provável espetáculo teatral futuro. Estou desenvolvendo os primeiros desenhos animados, mas tem sido ainda muito trabalhoso. Adaptei até um mini-estudio portátil. O importante é que tenho feito tudo de forma disciplinada, focada e com meus próprios recursos, sem fazer dívida.

Pretende expandir suas atividades usando como ferramenta o YouTube?
– O Youtube, assim como a blogosfera e as redes sociais são ferramentas maravilhosas para apresentar seu portfólio e ter o seu cartão de visita artístico. Pretendo lançar o meu canal de vídeo no início do próximo semestre, onde também terão ilustrações dos meus personagens. Nada muito sofisticado; até porque nem mesmo disponho disso. Mas quem gosta de conferir os meus textos e desenhos, acho que também vai gostar dos vídeos.
Percebemos que hoje, há uma divulgação maior da literatura brasileira nas mídias e na blogosfera. O que você acha que falta para complementar essas ferramentas?
– Não falta mais nada. Nós temos tudo à nossa volta e nunca foi tão fácil aparecer como também ser procurado. O problema talvez seja a falta de motivação e disciplina para manter o ritmo e progresso da carreira. Já encontrei muito material bom na rede que foi descontinuado, sabe-se lá o motivo. O escritor/blogueiro precisa entender que o seu material não vai ganhar milhares de seguidores de um dia para o outro. É preciso ter paciência e se empenhar em fazer a sua caminhada literária com paciência, persistência e excelência.
Deixe uma mensagem aos seus leitores e aos nossos queridos blogueiros(que fazem um trabalho sem igual) Puxando a sardinha para o meu lado (risos)
Sou imensamente grato a todos vocês. Quando a gente vai ganhando mais espaço e visualização, aprendemos a ter mais moderação nas palavras e polidez no comportamento na rede social. A responsabilidade acaba nos tornando mais humildes nas atitudes e no tratamento ao próximo.
Leo muito obrigada por mais uma vez estar presente no Mundo Literário como colunista, escritor e amigo. Só tenho que agradecer nossos cinco anos de amizade (mesmo que virtual) Beijos
Eu que agradeço por tudo. É um prazer imensurável ter a sua parceria e amizade! Grande beijo e conte sempre comigo.

É isso gente! Gostaram?

Marcia Lopes

Paulistana, bookaholic. Louca por livros de terror,Thriller psicológico, policial, jurídico... Mas não dispensa um bom romance. Também apaixonada por filmes e séries.

43 Comentários em “Entrevista com o escritor Leo Vieira

  • Oi!
    Parabéns pela entrevista, ficou ótima!
    Conheço pouco o trabalho do Léo Vieira, o acompanho pela internet mas ainda não tive a oportunidade de ler nada dele, mas quero poder fazer isso logo.
    Bjs!

  • É um prazer conhecer um pouco mais do autor que já acompanho aqui no seu blog pela coluna dele. Acho as charges bacanas, bem fundamentadas. Gostei de ver que existem outras além do LeoTerário (que tem até bonequinho!!!). E, gente… Encontrei alguém que é tão 1001 quanto eu! Choquei!… Tenho de concordar, não dá pra ter visualização e retorno de um dia para o outro. Anos e anos insistindo, não esmorecendo. Muito sucesso!!

    • Oi, Nuccia! Obrigado pelo comentário. Fico feliz em saber que sou acompanhado e meu trabalho apreciado.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Alice Martins
    5 meses ago

    Olá, tudo bem?

    Não conhecia o autor e nem suas obras, mas já fiquei muito curiosa com o trabalho dele. Primeiro, fiquei admirada pelo fato dele não querer entrar na Amazon e ter foco no seu blog, isso por si só, já o mostra o seu diferencial. Também adorei saber sobre as suas ilustrações (que são muito boas, por sinal) e que ele aprendeu a costurar para fazer seus próprios personagens. Fiquei muito impressionada e feliz por ainda existirem pessoas com pensamento assim!

    Beijos!

    • Oi, Alice. Obrigado pelo comentário. Eu gosto muito das plataformas de divulgação, porém a Amazon, o Wattpad e alguns paralelos não tem me passado confiança por uma série de motivos, como suspeita de fraudes, desonestidade publicitária (milhões de visualizações não significam milhões de leituras), risco de pirataria, entre outros aborrecimentos e
      queixas de escritores e leitores. No blog eu tenho ciência exata de quem está acessando e lendo. É um controle mais honesto e simplificado.
      Os quadrinhos, todos sabem que eu não sou nenhum desenhista
      profissional e nem mesmo há tendência comercial com eles, mas que bom que os leitores têm compreendido (e fico muito satisfeito com isso). Em breve, vem desenho animado também.
      E quanto aos brindes confeccionados, a ideia é futuramente presentear blogueiros e seguidores que acompanham o blog, através de promoções e sorteios organizados pelos mesmos blogs.
      Estou caminhando sem pressa, apresentando aos poucos um material próprio. Obrigado por me acompanhar.
      Beijos,
      Leo Vieria

  • Oiii…
    Nossa, que talentoso!
    Adorei!
    Fiquei bem interessada nos quadrinhos da Familiterário.
    Parabéns ao Leo Vieira pelo talento e dedicação. Espero ver os trabalhos dele com mais frequência.

  • Kamila Villarreal
    5 meses ago

    Olá!

    Que legal saber um pouco mais do Leo, já que só o conhecemos por causa de sua coluna aqui no blog. Mas me diz uma coisa: sério mesmo que ele está estudando Letras, Jornalismo, Cinema E Marketing????

    • Obrigado, Kamila. Sim, estou, mas de faculdade eu só faço uma (Pedagogia). Essas demais eu leio e estudo nos tempos vagos, criando mais textos para os blogs.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Grazi Souza
    5 meses ago

    Eu adoro tirinhas e charges! Vou conferir as dele. E esse moço é muito estudado viu.

    Parabéns pela entrevista cheia de conteúdo. Traga mais autores nacionais 🙂

  • Olá,

    É tão legal conhecer uma pessoa pela internet e ela se tornar nossa amiga, e a amizade de vocês é bem longa <3
    Não conhecia o trabalho do Léo, mas fico feliz por vê-lo progredindo cada dia mais, desejo muito sucesso a ele nessa jornada. Adorei isso a entrevista!

    • Obrigado, Thayenne. Dedico cada etapa alcançada a quem está junto comigo. Ninguém progride sozinho.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Oiee, ainda não conhecia o autor, gostei da entrevista pois tras a possibilidade de sabermos mais sobre ele, parabéns!

    Bjs

    http://www.leituraentreamigas.com.br/2017/05/novidades-literarias-de-maio-galera.html#.WTAi5usrLIU

  • Oie amore,
    Adoro conhecer novos autores, ainda não conhecia o Léo, gostei do que vi por aqui!
    Mais legal ainda é quando a parceria vai além das redes sociais!

    Beijoka!

    • Oi, Grazi. É verdade. Mantenho um contato constante com a Marcia, onde trocamos muitas informações e ideias. É uma amizade preciosa e devo muito de minha carreira literária a ela.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Nossa, o Leo faz muita coisa, né?!
    Gostei da ideia dele de transformar o blog em um lugar interativo. Que legal, ele costura, amor também, até dei uma máquina de costura de presente. Gostei muito de saber disso

    • Oi, Lilian. Desde o ano passado que estou aprendendo aos poucos a confeccionar os mascotes. Tem sido um passatempo legal. O bom é que agora existem máquinas menores muito práticas!
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Boa noite, muito legal quando nos identificamos com alguém assim, bom saber da amizade de vocês. Parabéns pela entrevista.

  • bacana a amizade entre vocÊs, e um dando apoio ao trabalho do outro… tbm tenho uma autora que a relação é nesse nivel de lealdade, a Lilian Farias. ♥
    curti a entrevista, nossa… Leo tem um vasto currículo hehehehe até capelão ele é…
    volta e meia acompanho as postagens dele por aqui…achei interessante ele confeccionar seus personagens…

    sucesso aos dois…
    bjs 😀

    • Oi Valeria! Eu admiro seu trabalho no Torpor Niilista e já li postagens sua lá no Poesia na Alma da Lilian Farias.
      E o Leo é uma pessoa incrível e um incrível escritor e com todo esse currículo é uma pessoa super na dele, humilde e pronto a colaborar.
      Obrigada por comentar.
      Bjs

    • Obrigado, Valéria.
      E obrigado também a Marcia, sempre pela oportunidade e amizade.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Oi!
    Não conhecia o autor ainda mas gostei da entrevista e de saber um pouco sobre suas obras, projetos futuros e opiniões. É sempre bom saber que há autores nacionais na batalha pelo reconhecimento. Todo sucesso pra vocês!
    Beijos!

  • Olá, tudo bem?
    Ainda não conhecia o autor e nem a obra dele, mas achei interessante ler a entrevista e conhecer um pouco sobre ele. Confesso que a obra dele não faz muito meu estilo, mas fiquei curiosa para acompanhar o canal no YouTube que ele pretende começar no segundo semestre. Quem sabe acompanhando os vídeos eu não me interesso em conhecer a obra, né?
    De qualquer forma, ótima entrevista!
    Beijos!

    • Oi, Maria Luíza. Obrigado pelo comentário. O meu trabalho é bastante diversificado. Além dos livros, também escrevo e desenho histórias em quadrinhos e também posto textos sobre desenvolvimento literário e editorial. Seja bem-vinda aos blogs.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Muito legal ler entrevistas como essa, onde podemos conhecer melhor os projetos do autor. Gostei muito!
    Beijos
    Mari
    http://www.pequenosretalhos.com

  • Oii, tudo bem?
    Não conhecia o autor e achei a entrevista uma ótima oportunidade de conhece-lo. Gostei da capa do livro dele e achei bem legal ele disponibilizar os livros em PDF, são poucos que fazem isso.
    Desejo muuito sucesso ao autor.

  • Morgana Brunner
    5 meses ago

    OOiii Marcia tudo bem?
    Adoro essas entrevistas, porque aqui sempre podemos conhecer melhor o autor, fico feliz de conhecer melhor o Leo, pois já vi várias postagens aqui em seu blog e admiro muito, nossos pensamentos coincidem.
    Beijinhos

  • Olá Marcia, tudo bem?

    Gostei da sua entrevista, bom trabalho e continue realizando mais entrevistas, é algo muito interessante, pois podemos conhecer o trabalho de outros autores que na verdade desconhecemos ou para quem já conhece, é uma oportunidade de aprofundar, conhecer ainda mais o trabalho do autor.
    Beijos

  • Olá!
    Parabéns pela entrevista!
    É bom poder ter oportunidade de conhecer mais a fundo os autores, principalmente os nacionais.
    Só posso desejar sucesso nos projetos.
    Beijos!

  • adrieni latorre real
    5 meses ago

    Adorei sua entrevista . Parabéns Marcia, bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga - me