PUBLICIDADE

Leo Vieira: Não Construa uma Casa pelo Telhado

Não Construa uma Casa pelo Telhado

O título já explica tudo, não é? Por que um escritor iniciante irá investir num marketing agressivo antes de saber se realmente o que ele está publicando é realmente bom? Eu já vi uma situação em que um escritor gastou em um lote de livros e serviços de assessoria literária um montante de dinheiro suficiente para montar uma mini gráfica! Ta certo que nem sempre temos o dinheiro de investimento literário de volta, mas pra que desperdiçar tanto dinheiro se no final o livro será lançado? O sonho de publicar é o mesmo.

Quando lançamos um livro, temos que planejar o mais importante que é a cativação dos melhores leitores. E não tem melhor leitor do que o blogueiro! Porque eles são inteligentes, críticos, criativos e vão saber como ninguém a colocar as suas ideias nos trilhos, limando qualquer bobagem textual desnecessária, entre outros devaneios megalomaníacos.

A partir de uma boa parceria com blogueiros, o seu livro vai começar a voar mais alto e assim você ficará seguro para investir mais de acordo com os seus retornos progressivos.

Leo Vieira

Sou ESCRITOR (romances, contos, crônicas, composições musicais e roteiros [com filiações e reconhecimentos acadêmicos]), ATOR (teatro e dublagem [tenho DRT]), ILUSTRADOR (personagens próprios, quadrinhos independentes e desenho animado) e PRODUTOR CULTURAL (feiras literárias). Minha formação é teológica; atualmente estou estudando Letras, Jornalismo, Cinema e Marketing.

24 Comentários em “Leo Vieira: Não Construa uma Casa pelo Telhado

  • Oi Leo, tudo bem?
    A carreira de escritor é difícil mesmo, seja no início ou não, pois a cada livro, eu acho que a expectativa deve ser a mesma, se irá encontrar um público para sua história, se trará retorno. Muito legal você está sempre aqui dando dicas, tentando ajudar. E legal da sua parte também reconhecer o trabalho e a importância dos blogueiros.
    beijinhos.
    cila.

  • Olaaaa
    Concordo muito com você (sempre arrasando) acho que o blogueiro precisa do autor/editora assim como o autor/editora precisa do blogueiro. Muitos acham que estamos só ali sentados a toa e queremos tudo de graça, mas ter e manter um blog não é fácil e nem barato. Concordo que dos dois lados tem algum investimento, essa relação é um trabalho, e mais ainda é uma via de mão dupla.

    • Isso mesmo, Juliana. Ser blogueiro dá muito trabalho e a responsabilidade em representar e apresentar um material de qualidade é imensa! Parabéns pelo seu ofício.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Diana Canaverde
    4 meses ago

    Oi Leo, tudo bem??
    Nesse novo universo de blogueiros, vejo opiniões divididas sobre autores e blogueiros. Muitos criticam e outros elogiam, mas depende muito da situação. Assim como nós blogueiros encontramos autores de caráter duvidoso, ao mesmo tempo os autores também encontram isso também. Infelizmente eu sou uma blogueira que sempre tento divulgar os nacionais da melhor forma que posso e já tive muitas parcerias, mas com o tempo isso foi se tornando desgastante, porque eu vejo na parceria uma troca, eu te ajudo e você me ajuda e infelizmente eu me decepcionei com alguns autores por ai, porque só eu me doei. Então hoje em dia eu divulgo sim autores que vou conhecendo e que acho a história interessante, sem me comprometer com ninguém. Quando um autor me procura para a parceria, já sou bem sincera e falo que não faço parceria de longa data, se o livro me interessar eu leio e resenho e ainda divulgo, caso contrário não aceito. É o mínimo que posso fazer. Eu acho melhor assim, porque não me frustro mais e nem deixo ninguém frustrado também. Mas eu curti muito a sua postagem e valorização que deu aos blogueiros, porque sendo bem sincera essa é a mais pura verdade. Os blogs são um veículo de comunicação mais próximo do leitor e eles tem uma grande relevância no aceite deles. Só gostaria que todos os blogs que se propõe em fazer algo deste tipo mesmo que sendo por hobby, levasse a sério, porque eles são um grande poder de influência. Conheço muitos blogueiros maravilhosos e ainda bem que os de caráter duvidoso, são de uma minoria insignificante, pelo menos ao meu ver. Ótima postagem. Xero!

    • Oi, Diana! Como eu falei em outro comentário, eu sou escritor e blogueiro e nos dois territórios têm as suas “ovelhas negras”. Tenho visto muitos escritores sem caráter que deixam blogueiro na mão na hora e disponibilizar material para sorteio entre outras coisas.
      Você, como blogueira deve aceitar a parceria se realmente a proposta for uma parceria (os dois lados se empenharem). É chato e complicado, mas isso vai nos tornando mais espertos com o tempo.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • tamara padilha
    4 meses ago

    Oi, concordo com você que o blogueiro dá uma grande contribuição na divulgação de novos autores, e que é preciso ouvir diversas opiniões para termos certeza de que nosso trabalho é bom, vale investir ou se precisamos de uma melhora.

  • Olá Leo,
    Trabalho com o blog há algum tempo e vejo muitos autores falando da importância dos blogueiros, mas vejo muitos criticando e dizendo que “eles não fazem nada, só querem livros de graça”. Essa discussão é muito antiga e eu, sinceramente, não gosto de entrar no mérito. Acho que todos, sem distinção são importantes para o sucesso de alguma coisa. E os blogueiros são importantes para sucesso dos autores.
    Gostei de saber que você também acha isso.
    Beijos

    • Oi, Bruna. Eu sou escritor e blogueiro. Me ocupo e penso pelos dois lados da situação.
      Infelizmente existem as “ovelhas negras” nos dois territórios. Muitos escritores preguiçosos e presunçosos acham que “um escritor deve apenas escrever e que se empenhar em qualquer outra atividade é aberração”. Há também escritores que não se preocupam em fazer nada para movimentar a divulgação do livro. São esses que reclamam que o mercado literário nacional não presta.
      Da mesma forma, também conheço uma penca de blogueiros que se preocupam apenas em coletar livros de autores e de editoras e divulgar uma resenha clichê. Depois esses livros são literalmente mercantilizados no Mercado Livre. O meu foi parar em um login deles. Duas blogueiras não fizeram resenha e ficou por isso mesmo.
      Hoje eu disponibilizo os meus livros para leitura grátis, mas ninguém quer fazer resenha. Somente com livro impresso! Por que será, hein?
      Então, hoje eu não me importo em questionar um a um. Estou cansado pra ficar brigando e colecionando desafetos virtuais. Os blogs são deles e é uma pena que ainda tem trouxa que cai nessa. Não é por falta de aviso, porque meus textos até que são bastante compartilhados nas páginas que participo. O problema é que até mesmo ler, muitos escritores e blogueiros nem querem ter esse trabalho.

      O conselho para o escritor é aprender e se empenhar na rotina publicitária. E o conselho para o blogueiro é selecionar somente escritores que são empenhados no marketing literário. Senão a parceria não vai valer de nada, tão pouco para o blogueiro.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Olá!! Concordo com você. Nesses poucos meses que estou nesse mundo do blog, vi o quanto os leitores/parceiros dos autores são fiéis. Realmente não adianta gastar tanto dinheiro assim.
    Adorei o texto!

  • Olá, tudo bem?

    Concordo em gênero, número e grau com você. O blogueiro/a não existe só para ganhar livros [como muitos pensam], eles estão aí para ajudar tanto o autor/a iniciante, quanto o mais famoso, a divulgar suas histórias, até cair no lugar certo.

    Parabéns pela dica e incentivo as parcerias. Isso ajuda muito os dois lados.

    Beijos
    Laneh Martins

    • Obrigado, Laneh. Pessoas como você contribuem para tornar o ofício de blogueiro mais sério e respeitado.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Oie amores,

    Excelente texto… e uma analogia espetácular, parabéns!
    Ainda não cogitei a hipótese de escrever um livro, embora alguns leitores de meu blog venham me pedindo… mas quando o fizer irei com certeza lembrar desse seu texto!

    Beijoka!

  • Concordo com você, não só do ponto de vista do blogueiro, como também do autor. Quando comecei a escrever o primeiro livro, conheci bons amigos no mundo dos blogs a tal ponto de me tornar eu mesma blogueira. Com isso, também conheci melhor amigos autores e o mundo literário. Blogueiros são essenciais, suas opiniões valem muito. afinal são nossos primeiros leitores!!

    • Oi, Nuccia. Eu aprendi com blogueiras coisas que não conseguiria pagar se contratasse um serviço publicitário. São informações, dicas, conselhos… São poucas as que realmente torcem pelo seu progresso.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Olá!!
    Ótima dica! Também conheço algumas pessoas que investiram pesado em lote de livros, mas não se deram ao trabalho nem de pagar um bom revisor, perdendo, assim, toda a credibilidade. Ás vezes é muito melhor investir em plataformas online e gratuitas construindo uma base sólida de leitores, para depois realmente investir dinheiro em uma publicação, pois, infelizmente, nosso mercado editorial não sorri para autores nacionais iniciantes.

    • Oi, Andrea. Existem sites onde você pode colocar o livro inteiro diagramado e com capa e o leitor pode comprar direto nele. Você não gasta um só centavo (só os R$20,00 de registro na BN, que é essencial). Se houver uma boa expectativa, você pode comprar uma dúzia de livros e promover um discreto lançamento em uma pizzaria ou livraria. Com as fotos do evento no blog, vai ser uma ótima referência biográfica, além do sonho realizado.
      Beijos,
      Leo Vieira

  • Oii tudo bem?
    Também acredito nisso que não adianta gastar dinheiro se ele não tiver leitores para ele ser lido.

    Beijos,

  • Ótimo comentário! Eu mesmo, no começo não tinha muitas parcerias, hoje mantenho uma rede maior de relacionamentos. Não só tenho bons parceiros como fiz grandes amizades com pessoas especiais como a Marcia
    Abraços!

    • Isso mesmo, Joe. Também não adianta nada fechar duas dúzias de parcerias e depois não conseguir dar conta pra monitorar as mensagens e deixar todo mundo no vácuo. Volta e meia eu leio queixas públicas de blogueiras sobre isso. Uma mistura de displicência com pouco caso. E não queira fazer inimizades com elas.
      Grande abraço,
      Leo Vieira

    • Hei, Joe muito obrigada pela parte que me toca e posso dizer o mesmo a seu respeito ( uma amizade que prezo muito). Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga - me