PUBLICIDADE

[Resenha] O que aconteceu com Emma – Elizabeth Flock

oqueaconteceucomemma
Sinopse

Carrie Parker, uma menina de nove anos, e sua mãe acabam de se mudar para uma cidadezinha na Carolina do Norte, prontas para deixar para trás seu passado turbulento e recomeçar do zero. A violência estilhaçou essa pequena família e deixou a mãe da garota quase incapaz de continuar. E Carrie, que antigamente encontrava consolo em sua adorada irmã, Emma, agora está proibida de sequer mencionar o nome dela.

Nessa nova cidade, Carrie vai conhecer três gerações de mulheres da mesma família incluindo a adolescente Cricket que parecem ter o lar acolhedor com que ela sempre sonhou. Mas, conforme Carrie e Cricket se tornam amigas, nenhuma delas consegue escapar dos segredos que suas famílias escondem e, no momento em que for finalmente revelada, a verdade vai transformar para sempre a vida delas.

😆

Essa história mexeu muito comigo. O tema maus tratos infantil é uma realidade constante, basta ligar a TV ou ir ao centro da cidade de São Paulo. E Olha que isso é visível, toda a sociedade vê, mas não enxergamos de fato. Por incrível que pareça se tornou coisa corriqueira, apenas um problema a ser resolvido.

Bem. Esse livro é tocante, emocionante e reflexivo. Fala de amor na sua forma mais sublime, a cada relato genuinamente puro de Carrie, você tem vontade de tirá- la das páginas e encher – lhe de amor.

Até que as histórias se juntem, vamos conhecendo a vida de Carrie e a de Honor. Os capítulos são divididos entre uma e outra.

Carrie anota tudo em seu caderninho as coisas que lhe são importantes. Palavras que não conhece, mas que vai pesquisar quando tiver uma enciclopédia. Fala sobre Emma, sua irmãzinha, embora desde do dia que ela Carrie  “surtou”, todos dizem que é invenção da cabecinha dela. Um Amigo imaginário sabe?
Conta com toda candura do mundo como é comer um sanduíche recortado de catálogos. É assim: “Só botar Ketchup (surrupiado das lanchonetes) fica muito gostoso e a fome passa”
Sua mamãe é muito boa, só não pode tomar Wísque ou vê-la por perto. Por isso ela fica sempre muito quietinha, senão a mamãe vai ser obrigada a machucá-la. E é muito lindo quando a mamãe sorri. Ela é a melhor mãe do mundo, só precisa que a deixem em paz, afinal a vida dela não é fácil, tem que arrumar trabalho e cuidar de mim.
E é dessa forma que você entende o que acontece na vidinha de Carrie.

Honor perdeu sua filha mais velha para o câncer e o sofrimento levou ao término do seu casamento. Embora ela e o marido ainda se amem, não são capazes de se ajudarem e de certa forma acabaram deixando de lado sua filha mais nova. Cricket uma adolescente hiperativa, inteligente, sensível, divertida e muito generosa.
Além do luto ainda guardado pela filha Honor que com a separação passa a morar com mãe, se vê em uma situação financeira difícil e tem que lidar com uma mãe fissurada por Charlie Chaplin do qual jura que são parentes.

Um certo dia Honor  encontra Carrie em um restaurante e a semelhança com a filha falecida a assustou. A partir desse encontro a vida de ambas toma um rumo inesperado.

Lindo, terno e comovente. Uma história que não se esquece.
Como já disse, o livro trata de violência, infância perdida, mas também de muito amor.
E além das emoções, contamos também com uma dose de mistério, afinal o que aconteceu com Emma? 

Dados do livro

Título: O que aconteceu com Emma
Autor: Elizabeth Flock
ISBN-13: 9788576862840
ISBN-10: 8576862840
Ano: 2014
Páginas: 280
Idioma: português
Editora: Verus

Marcia Lopes

Paulistana, bookaholic. Louca por livros de terror,Thriller psicológico, policial, jurídico... Mas não dispensa um bom romance. Também apaixonada por filmes e séries.

14 Comentários em “[Resenha] O que aconteceu com Emma – Elizabeth Flock

  • Assunto muito interessante…já vivi isso nas vidas que ajudei, não seira uma história que iria ler porque vivenciei muitas bem de perto, crianças perdidas, infâncias roubadas, mas com certeza deve ser emocionante…

    • Sim o assunto maus tratos infantil, não é um tema nada fácil de ler, presenciar. E mas que emocionante esse livro é muito reflexivo.

  • Adorei a resenha! Já está na lista dos próximos livros!!

  • Adorei a resenha e a história! Me deixou morrendo de vontade de ler!!!

  • Edna Guedes
    11 meses ago

    Como sempre dona Márcia cutucando minha curiosidade. Eu acho que para nós, como mães, deve ser muito difícil ler um livro assim. Geralmente essas histórias nos levam ao fundo de nossas lembranças e é impossível que não haja reflexão e até um pouco de tristeza.

    • Na verdade Edna nem me coloquei como mãe sabe? Meu desconforto foi pensar que faço parte dessa sociedade que peca por imissão. bjs

  • Acredito que se eu ler esse livro eu choro rsrsr, coitada da Carrie, é difícil viver assim tão desoladamente. Mas o livro parece ter um final feliz, afinal sempre há esperança :), poderia ser assim na realidade também, final feliz para todos. :/

    http://www.vestigiodelivros.com.br/

    • Sim exatamente a vida de Carrie não é fácil, mas eu acredito que na vida real também existam finais felizes. Senão eu enlouqueceria! Bjs

  • Só a resenha me assusta e fico imaginando o que vai acontecer. Deve ser daqueles livros que a gente lê com os olhos arregalados segurando as páginas com força de tanta tensão. E essa capa, eu simplesmente adorei.

    atraentemente.blogspot.com

  • AMEI! Já sei que se ler vou chorar ateeeee… Se tiver me empresta! rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: