PUBLICIDADE

[Resenha] Desventuras em série #5: Inferno no Colégio Interno.

desventura5
Sinopse:

Nada de aventuras emocionantes com final feliz: Violet, Klaus e Sunny Baudelaire são legais e inteligentes, mas a vida deles está repleta de má sorte e infelicidade. Neste livro, os órfãos mais azarados do mundo enfrentam caranguejos que mordem, exames hiper-rigorosos e os castigos duríssimos de um internato. O colégio se transformou em mais um desastroso episódio de suas vidas horríveis. Desta vez, eles precisam escapar de fungos gotejantes, assistir a recitais de violinos, domar o sistema métrico e sobreviver a exercícios de D.O.R. Violet, Klaus e Sunny têm o poder de atrair desgraças. Quem gosta de histórias alegres não deve nem abrir este livro, avisa o autor, pois as histórias de dos Baudelaire são sempre uma desventura pior do que a outra.

⇓⇓⇓

“Caro Leitor,
Se você está em busca de uma história sobre jovens animados que se divertem a valer num internato, bateu na porta errada. Violet, Klaus e Sunny Baudelaire são inteligentes e engenhosos, e você talvez imagine que eles se sairiam muito bem no colégio. Mas não foi o caso. Para os Baudelaire, o colégio veio a ser mais um desastroso episódio em suas vidas infelizes. Para dizer a verdade, nos capítulos que constituem esta história pavorosa, eles enfrentam caranguejos que mordem, exames hiper-rigorosos, castigos duríssimos, fungos gotejantes, recitais de violinos, exercícios de D.O.R. e o sistema métrico.
É minha solene obrigação passar a noite inteira pesquisando e escrevendo a história dessas três crianças desgraçadas. Quanto a você, entretanto, nada impede que se entregue a uma bela noite de sono tranqüilo. Para conseguir isso, eu sugeriria: escolha um outro livro.
Respeitosamente,
Lemony Snicket”

 ➡ Como anunciado pelo Sr. Poe em ‘Serraria Baixo-Astral, se as coisas desandassem na serraria os órfãos não teriam para onde ir, se não para um colégio interno, eis então o título do livro!
De modo que estavam Violet, Klaus, Sunny e o sr. Poe nos jardins da Escola Preparatória Prufrock, um colégio interno com lema: “Memento Mori” (“Lembra-te de que morrerás”).
Sem demora, eles conhecem o vice diretor Nero, um homem que se considera um gênio e acha que toca violino bem, mas ele não é inteligente, é arrogante e somente arranha o violino; para piorar, os estudantes da Prep Prufrock (apelido da escola), são obrigados a ouvir, uma vez ao dia, seis horas de concerto do vice-diretor, Nero é um verdadeiro ditador.
Ele explica para os órfãos sobre os maravilhosos dormitórios da Prep Prufrock, mas já que eles não têm a autorização dos pais, eles devem dormir no Barraco dos Órfãos, que nada mais é do que um cômodo infestado por pequenos caranguejos furiosos, cheio de um fungo bege-claro no teto e coberto por um horroroso papel de parede. O Inferno, como diz o título do livro está apenas começando.

Depois de ditada todas as regras pelo horrível Vice diretor Nero, nossos heróis conhecem a detestável Carmelita Spats, uma rude menina que os chama de “bisbórrias” e não perde a oportunidade de implicar com os órfãos, numa dessas detestáveis sessões de insultos gratuitos (por parte de Carmelita claro) os órfãos conhecem os trigêmeos Quagmire, que os defendem da Carmelita. Duncan e Isadora Quagmire então contam sua história: eles se encontram numa situação parecida com a dos Baudelaire. Eles são trigêmeos, mas seu irmão, Quigley Quagmire, morreu num incêndio junto com os pais deles. Eles também herdaram uma enorme fortuna na forma de safiras (as safiras Quagmire). Duncan almeja ser um jornalista e Isadora é uma competente poetisa, que escreve especialmente na forma de dísticos (poemas de apenas dois versos). Os Quagmire e os Baudelaire então, tornam-se grandes amigos.

As aulas fazem parte do pacote ‘inferno’ no Colégio Interno. O professor de Violet relatava da forma mais chata possível alguns fatos históricos, a de Klaus nada mais fazia do que mandar os alunos medirem tudo que fosse possível medir, uma ligeira obsessão pelo sistema métrico. Sunny acabou por virar assistente do Vice diretor Nero, uma vez que o Colégio não tinha classe para alunos da idade de Sunny, conferindo tarefas que por vezes eram impossíveis para uma bebe.

“Você, leitor, sabe muito bem que uma boa noite de sono ajuda a ter um bom desempenho no colégio, e, se você é estudante, deveria cuidar para ter sempre uma noite bem-dormida — a não ser que esteja num capítulo interessante do livro que está lendo, e nesse caso o melhor é ficar acordado a noite inteira e que se dane o aproveitamento escolar.”

Como se não bastasse, o pérfido Conde Olaf conseguiu se infiltrar no colégio, dessa vez, sob o disfarce de Genghis, prof. de ed. física, para mais uma vez tentar roubar a fortuna dos azarados irmãos Baudelaire.

Esse 5° volume das desventuras dos irmãos Baudelaire é com certeza o meu preferido até agora. A narrativa de Lemony Snicket continua riquissima, cheia de referencias. Conde Olaf não é o único antagonista neste livro, Carmelita e Nero dividem a carga de maldade com olaf, e os trigêmeos Quagmire, gente, não sei nem o que escrever, eles são apaixonantes (pro nosso desespero), são os únicos amigos verdadeiros dos nossos heróis desde “Mau Começo” .

E falando em referência; o vice-diretor Nero é provavelmente uma referência a Nero, imperador romano cujo reinado é frequentemente associado à tirania e à ganância. Imperador Nero supostamente ficou tocando violino enquanto Roma ardia. Nero também era famoso por ter forçado muitos de seus súditos a sentarem-se para verem longas peças teatrais criadas e executadas por ele próprio, o que se reflete nos concertos terríveis de violino do vice-diretor.

Leitores do ML, vocês precisam ler essa série. A narrativa é maravilhosa, o escritor é um grande contador de historias, as ilustrações no começo de cada capítulo são uma graça e estão sempre em perfeita sintonia com a história. Vale cada segundo.

Clique nas imagens, tem coisa bacana!  :mrgreen:

Lucas Rodrigues

22 anos, Leonino, Potterhead e escravo da literatura. Perdido no mundo das séries e filmes desde 93. Flertando com Stephen King, Namorando J.K. Rowling e uma crush lascada pela Jodi Picoult. Se me virem de cara feia por aí é fome.

23 Comentários em “[Resenha] Desventuras em série #5: Inferno no Colégio Interno.

  • Cada vez que venho aqui, tem uma dica bacana. não conhecia a série já amai, não tenha dúvidas que lerei, será uma alegria.

  • Olá,
    Sempre quis começar essa série, mas aí vejo o tamanho dela e me desanimo um pouquinho hehe
    Achei interessante as referencias!

    http://euinsisto.com.br

  • Oie
    tenho amigos que adoram a série mas realmente não é bem meu estilo de livro favorito, deve ser uma boa dica para uma boa leitura juvenil, quem sabe um dia eu arrisque e parabéns pela resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

  • Conhecia os livros e mesmo sem ter lido sei que são ótimas leituras. Acho que quando o seriado for ao ar, acompanharei melhor (estou fugindo de livros em séries). É bem capaz de ter reedição dos livros… Acho que lerei quando elas saírem. 😉

  • Olá Lucas, adoro livros desse gênero, cheio de fantasia, aventura com toque Juvenil. E esse livro tenho muita vontade de conhecer. Bjkas

  • Morgana Brunner
    12 meses ago

    Oiii Lucas, como vai?
    Garota eu tenho tanta vontade em ter essa série de livros que dá vontade de fazer uma loucura e comprar tudo HUAHAUHAUA sou uma grande fã do filme e fiquei realmente muito feliz em ver que tu trouxestes a resenha, além do mais achei divertido o autor falar assim com o leitor da obra.
    Beijinhos

  • Resenha muito bem feita e detalhada. Este livro não faz o meu estilo literário, acho que teria uma certa resistência à ler. Confesso que a história pelo resumo é meio apavorante, para não dizer sofrida. Sou mais livros água com açúcar. ☺️

  • Divertida historia.. dá gosto de ler.

    • Ana, os livros dassa série são divertidíssimos, quando vc perceber já terminou o livro.
      Abraços

  • Olha, eu sou a preguiça em pessoa no quesito livros. Mas essa série deu vontade de ler cada um.
    Bela resenha! ❤

  • Gosto muito de histórias com final feliz, mas é sempre bom ler livros assim para cair na realidade e aprender com os problemas, né? Hehehe.
    Beijos! ♥
    http://www.normalidadeincomum.com.br

    • Karen, Desventuras em série é tipo a lei de Murphy, tudo que pode dar errado dará errado. E os finais, eu não diria infelizes, mas tristes sim, porém a esperança é a última que morre hahaha
      Bjs

  • Karoline, a série é ótima, se vc gosta de livros juvenis, no estilo de Harry Potter, certeza que os irmãos Baudelaire vão te conquistar sim. E felizmente o inferno no Colégio Interno acaba rápido rs.
    Bjs

  • Oi, tudo bem?
    Olha esse é o tipo de livro que me remete muito escola, como todo mês é uma leitura que não sou nada fã. Mais sua resenha ficou maravilhosa em meio a expectativa que tive quando vi ele pela primeira vez. Me deu um inicio de curiosidade, mais ainda não fico convencida de ler, acho que não faz muito meu tipo de leitura. Valeu a pena conhecer, é um livro que ainda não tinha visto e que achei legal ficar por dentro.
    Beijinhos,
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

  • Hey, Lucas!

    Há muito tempo eu só ouço coisas boas sobre essa série e morro de vontade de ler. O que me desanima é a quantidade de livros… rsrs.
    Mas eu ainda leio, tenho que ler!

    Beijos!

    • Sandra, eu também me assustei sabia?? Mas foi um presente, os 13 de uma vez, então a euforia foi maior que o susto rs. Os livros são pequenos, no máximo dois dias e vc termina um volume. Bjs 😗😗

  • Olá, Lucas.
    Excelente resenha. Eu já assisti ao filme, conta? rs
    Estou em dívida com os livros, mas parecem ser muito bons. Você não é a primeira pessoa que eu vejo indicando, então vou deixar anotadinho para ler o mais breve possível.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    • Já eu ainda não assisti o filme acredita?? pelo o que eu ouvi de amigos ele é um misto dos 3 primeiros livros e conta sim!! 😃

  • Adorei a história, divertida e fora do comum! Do jeitinho que eu gosto, rsrs

    • Ellen, a historia é um pouquinho fora do comum sim, mas é ótima rs. Uma das minhas séries preferidas ❤

  • Por um momento tive dúvidas se iria gostar dessa série, por fim, você me convenceu que sim. rs Deve ter muita coisa boa nesses livros e muitas desventuras para prender minha atenção.

    http://www.atraentemente.com.br

    • A história é ótima, o escritor narra com perfeição, as referências literárias são um barato e os personagens são muito cativantes. A série é um pacote completo !! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: