PUBLICIDADE

[Resenha] Escuridão Total Sem Estrelas – Tio King

S King
Sinopse:

Na ausência da luz, o mundo assume formas sombrias, distorcidas, tenebrosas. Em Escuridão total sem estrelas os crimes parecem inevitáveis; as punições, insuportáveis; as cumplicidades, misteriosas. Em 1922, o agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe. No conto Gigante do volante, após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma. Já em Extensão justa, Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida vale a pena destruir a de outra pessoa? E, em Um bom casamento, uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos. Os personagens dos quatro contos de Stephen King passam por momentos de escuridão total, quando não existe nada — bom senso, piedade, justiça ou estrelas — para guiá-los. Suas histórias representam o modo como lidamos com o mundo e como o mundo lida conosco. São narrativas fortes e, cada uma a seu modo, profundamente chocantes.

⇓⇓⇓

Imaginem, queridos leitores do ML, que vocês estão presos sem saber onde, que o ar que vocês respiram te oprimem contra vocês mesmos e que vocês não conseguem enxergar sua própria palma em frente seu nariz, uma escuridão tão densa que por um minuto vocês pensam que ela vai engolir vocês. Conseguiram? Eu vos apresento Escuridão Total Sem Estrelas.

Deus e vocês sabem que eu sou super suspeito pra falar de Stephen King, ele é um dos meus escritores favoritos e essa obra de arte explica bem o por que!
Nessa coletânea de contos, o mestre do suspense nos coloca frente a frente com algumas situações que geram verdadeiro pavor, o medo mais genuíno em qualquer um. São quatro contos magistralmente narrados, perfeitamente encerrados e vou falar um pouco de cada um deles agora.

1922 – Wilfred e Arlette James viviam em perfeita harmonia (razoável harmonia, Arlette conseguia ser bem irritante quando queria) com seu filho Henry. Até que uma companhia oferece uma gorda quantia pelos 100 hectares no qual eles vivem. Wilfred se nega veementemente a vender sua fazenda, enquanto Arlette não vê a hora de colocar as mãos no dinheiro. Os dias vão passando e Wilfred não sabe o que fazer para tirar essa ideia da esposa, uma vez que ele tenha se negando a vender seus hectares, a parte de Arlette é maior, e ela já deixou bem claro; cristalino eu diria, que ela vai vender. Arlette não vê a hora de morar na cidade grande. Sendo assim Wilfred não vê outra alternativa se não assassinar a própria esposa! Ele envenena a mente do próprio filho, um adolescente, e juntos eles arquitetam um final para aquela história de vender as terras, entretanto, Wilfred não faz ideia do que esse ato pode e vai desencadear. O ano é 1922 e o conto é na verdade um relato do próprio Wilfred, uma confissão.

O Gigante do Volante – Tess é uma escritora de suspense que vem há anos juntando dinheiro servindo como oradora em alguns eventos. Em um compromisso de última hora, Tess vai fazer uma palestra na cidade se Chicoope. Ao voltar para casa por um certo atalho, um acontecimento bestificante, horrível, inenarrável, mas que o mestre Stephen King narra sem dó, muda sua vida para sempre, depois disso, Tess se surpreende ao descobrir que possuí um lado bem mais obscuro, o qual ela nem pensava ter e imediatamente coloca sua cabeça de escritora para funcionar em prol de uma única coisa: Vingança.

Extensão Justa – Dave Streeter descobre que está com câncer, resolve espairecer a cabeça e nesse passeio ele conhece Odabi (um anagrama, ganha um doce quem adivinhar o nome). Odabi tem uma loja de extensões e oferece uma extensão de vida para Dave de duas décadas. Mas, como qualquer transação nesse mundo, tudo tem um preço, e Dave deve escolher uma pessoa que ele conheça para pagar todo esse sofrimento por ele. Dave escolhe alguém, ou melhor dizendo, amaldiçoa. Dave se cura do câncer, mas destrói a vida de uma pessoa próxima a ele de todas as maneiras possíveis.

Um Bom Casamento – Darcy Anderson conseguiu tudo que qualquer pessoa possa esperar de um casamento: Casa, dinheiro, conforto, filhos crescidos e muito bem educados e um marido amoroso. Mas infelizmente, ela descobre em uma caixinha e por acidente, mais do que gostaria sobre o marido. Um segredo que definitivamente vai mudar sua vida, dos filhos e de todos ao seu redor. Um segredo que sem sombra de dúvidas coloca sua vida em risco mortal.

Eu particularmente, gostei de todos os contos, o meu favorito foi Extensão Justa. O que muito me chamou atenção foi o fato de que os títulos não dizem nada a respeito do conto, então eu meio que não sabia o que esperar quando começava cada um deles.
Outro ponto positivo no livro é a pergunta que não cala: E se fosse eu? E se fosse comigo? Os personagens são tão reais, você os encara como pessoas normais, do dia-a-dia, aí fica impossível não se ver na pele deles. Não imaginar o que você faria em cada uma daquelas situações.

Pra finalizar Escuridão Total Sem Estrelas é um livro muito, mas muito bom, que vale a pena ser lido e cada conto, você percebe, tem um sentimento movimentando o protagonista, ganância, Vingança, inveja e justiça.
Fica bem fácil de entender o título do livro, depois que você começar a leitura é assim que você vai ficar junto com os personagens; numa Escuridão Total Sem Estrelas.

Dados do livro:

S King

Escuridão Total Sem Estrelas
Stephen King
Capa comum: 392 páginas
Editora: Objetiva (27 de março de 2015)
Idioma: Português
ISBN-10: 8581052754
ISBN-13: 978-8581052755

Lucas Rodrigues

22 anos, Leonino, Potterhead e escravo da literatura. Perdido no mundo das séries e filmes desde 93. Flertando com Stephen King, Namorando J.K. Rowling e uma crush lascada pela Jodi Picoult. Se me virem de cara feia por aí é fome.

25 Comentários em “[Resenha] Escuridão Total Sem Estrelas – Tio King

  • Olá,
    Nossa eu gosto muito da escrita do King! Não conhecia essa coletânea e eu amo contos.
    Gostei dos mini resumos, resenha de contos é meio complicada mesmo. Se eu puder vou ler.

    http://euinsisto.com.br

  • Eu gosto de livro de suspense, temos sempre algo a aprender com essas leituras. o problema é o dinheiro para comprar tantos livros diante de tantas leituras de resenhas.

  • Déborah Araújo
    10 meses ago

    Lucas, nunca li nada do King por motivos de que não curto suspense e terror e como ele é tido como o pai dos gêneros não dá pra mim.
    Mas morro de vontade de perder esse medo e ler algo dele, principalmente quando vejo resenhas que os livros parecem ter histórias tão boas.

  • Oie
    eu adoro o autor e como sempre,fiquei muito curiosa pela leitura, adoro essa capa apesar de bem simples, gostei do enredo, parece ser bem chamativo e que prende

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

  • Suspense me dá um certo ataque de nervos! hehehe, mas esse parece ser viciante.
    Ótima resenha!

  • Hello! Tudo bem?
    Confesso que nunca li nada do Stephen King e nem tenho vontade.
    Nao gosto de sentir medo ao ler e depois ficar com medo das coisas.
    Essa capa eu ja vi nas lojas e achei a ideia bem bacana, mas nao leria, nao faz mto meu estilo de historia.
    Mas foi bom ler a sua resenha, deu pra saber mais das historias.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

  • Tenho um amigo que e muito fã do autor e já havia me indicado o livro, confesso que ele não me atrai, não e uma leitura que o gênero seja confortável para mim, mas sua resenha sobre ele está muito boa, já tinha visto várias sobre o tal, mas nenhuma tão completa assim, parabéns.

    Beijos

  • Apesar de ser um autor renomado, não me interessei pela proposta do livro.

  • Gaby Marques
    10 meses ago

    Já estava maluca para ler esse livro, e agora depois da sua resenha fiquei ainda mais empolgada! Principalmente por ter assistido o filme inspirado no conto O Gigante no Volante, o Big Driver. É um filme muito pesado, mas bem bom. Fiquei interessada também no conto Extensão Justa. Parece ser incrível.

    Beijos!

  • Stephen é um dos meus autores favoritos pois adoro o gênero, e esse livro tem uma dinâmica considerável. Bjs

  • Olá,
    Não li nenhum livro do autor ainda (sou de outro mundo) rsrs.
    Estou louca para ler algum e esse me pareceu uma ótima iniciação na escrita do autor.
    Adorei a resenha e fiquei bastante curiosa para ler o livro.
    A capa é bem legal.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

  • Morgana Brunner
    10 meses ago

    Oiii Lucas, como vai?
    Rapaz eu estou louquinha para ler esse livro já, sou uma grande fã do Stephen King e este já está na minha lista de desejados, parabéns pela incrível resenha.
    Beijinhos <3

  • Oie, tudo bem? Ainda não li nada do autor e tenho interesse em começar a ler, mas não sei por qual livro. Já recebi ótimas indicações e ainda estou na dúvida, este parece ser ótimo, mas não sei se quero começar por ele…

  • Olá!
    Acredita que nunca li nada de King? Morro de vontade, já que só vejo elogios para as obras dele.
    Eu não sabia que se tratava de contos, adorei! Mesmo não sendo um gênero que goste muito, eu fiquei super interessada e curiosa, principalmente sobre os contos Extensão Justa e Um bom casamento. Parecem ótimos!
    Espero ter oportunidade de ler a obra em breve!
    Obs.: é diabo! Quero meu doce 😛 hahahah!
    Beijos!

    • Oi,
      Jess vc não sabe o que vc está perdendo, sai agora desse computador e vá até a livraria mais próxima comprar o 1° livro do King que você ver, pq olha, todos são fodasticos. O gênero da maioria dos livros do King é suspense, acho que você vai gostar sim.
      Bjos

  • Hey, Lucas!

    Apesar de já ter assistido a vários filmes baseados nos livros de King – e adorado todos! – , nunca li nenhum dele. Eu comecei a ler Sob a Redoma há algum tempo, mas não consegui terminar o livro. Era muito chatoooooooooooooooo!
    Tenho alguns aqui e começarei por eles. Mas um dia quero ler esse também.

    Beijos!

    • Sandra também comprei Sob a Redoma mas por causa da série, me assustei um pouco com o tamanho dele é ainda não li. Mas não deixe de ler Stephen King, ele é um escritor fodastico. Joyland, Novembro de 63 e It, a coisa são meus favoritos.
      Bjs

  • oi, tudo bem?
    Olha eu não tenho muito interesse por suspense, meu forte mesmo é um bom romance..mais fiquei intrigada com a premissa..que vontade de ler e ver como é! haha Amei a resenha, parece ser muito envolvente. Beijinhos
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

    • As 4 tramas vão te prender e surpreender Karoline, e o 1° conto tem um romancezinho, ala Stephen King, mas tem !!!
      Bjs

  • Adoro um bom suspense. Nos prende à leitura de tal forma que fica difícil parar antes de chegar ao fim. Esta obra parece ser uma destas que nos mantém envolvidos com a história esperando seu desfecho.
    Parabéns pela resenha do livro, realmente muito boa.

    http://www.vivicoitinho.com.br

    • O livro nos prende msm Vivi, e são 4 contos, quando vc se vê livre de uma trama, a outra já te pegou rs.

  • Eu também adoro embarcar na loucura de Stephen King. Esse livro ainda não li, mas espero ler em breve. Adorei a resenha.

    http://www.atraentemente.com.br

    • Entrar nesse mundo louco do Stephen King já é um hobbie pra mim. Cada livro um medo diferente hahaha

  • Imaginando aqui o qud eu faria na pele deles.. tipo parece uma historia que a gente conta no dia dia… interessante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: