PUBLICIDADE

[Resenha] Mulher-Maravilha: Sementes da guerra – Leigh Bardugo


Olá pessoal!
Recebi o PDF de cortesia da Editora, nem tenho como agradecer mesmo assim muito OBRIGADA!
Foi com uma alegria quase infantil que comecei e terminei a leitura desse livro delicioso.
Eu fui muito fã da série quando criança que na época era estrelado por Lynda Carter.

SINOPSE: Antes de se tornar a Mulher-Maravilha, ela era apenas Diana.
Filha da deusa Hipólita, Diana deseja apenas se provar entre suas irmãs guerreiras. Mas quando a oportunidade finalmente chega, ela joga fora sua chance de glória ao quebrar uma lei das amazonas e salvar Alia Keralis, uma simples mortal.
No entanto, Alia está longe de ser uma garota comum. Ela é uma semente da guerra, descendente da infame Helena de Troia, destinada a trazer uma era de derramamento de sangue e miséria. Agora cabe a Diana salvar todos e dar seu primeiro passo como a maior heroína que o mundo já conheceu.

Em Mulher Maravilha de Bardugo vamos nos identificando com Diana que tudo que quer é deixar sua mãe orgulhosa e provar que é tão Amazona quanto suas irmãs renascida da guerra.

Diana sempre viveu na ilha e segundo as histórias a própria Hipólita a esculpiu do barro “filha da terra “ nunca teve contato com o mundo além da Ilha Temiscira ( casa das Amazonas) Diana nunca viu um humano.

Ela sente que precisa provar seu valor e por força do destino acaba salvando uma humana de um naufrágio, o que desestabiliza toda a estrutura da ilha e suas irmãs e a ilha podem desaparecer para sempre ou no mínimo ser descoberta.

Diana agora corre contra o tempo, tem que levar a semente da guerra para ser purificada na nascente onde jaz a tumba de Helena de Tróia (primeira semente de guerra)

E ela, contra até aos seus princípios, mas correndo atrás do que acredita. Resolve salvar a semente de guerra acreditando assim poder salvar também a ilha e suas irmãs.

Diana no meio dos mortais aprendeu muito, morreu e foi renascida. E eu aprendi muito com ela e Alia (sua protegida)

As cenas finais do livro é pura adrenalina e a leitura é divertida e reflexiva.
Eu só posso dizer que foi um resgate muito gostoso da minha infância e louca pra ler novas aventuras.

Lynda Carter

Gal Gadot

Lynda Carter e Gal Gadot

Lynda Carter e Gal Gadot se encontraram pela primeira vez em um evento da ONU que nomeou a Mulher-Maravilha como embaixadora para o empoderamento feminino.

Carter interpretou a personagem  Diana Princess (Mulher Maravilha) na série de TV , exibida entre 1975 e 1979. Gadot a interpreta nos filmes da DC, começando em Batman X Superman.

“A Mulher-Maravilha ensinou às mulheres a serem quem elas eram”, comentou Carter em entrevista ao Closer. “Eu recebi as melhores cartas dos fãs me dizendo o quanto fui uma inspiração para eles, porque Diana representa uma força interior que toda mulher tem”.

E aí pessoal gostaram? Já assistiram ou leram? Ou mais é tão velha quanto eu que não perdia o seriado na época? rs

Compre agora!

Marcia Lopes

Paulistana, bookaholic. Louca por livros de terror,Thriller psicológico, policial, jurídico... Mas não dispensa um bom romance. Também apaixonada por filmes e séries.

14 Comentários em “[Resenha] Mulher-Maravilha: Sementes da guerra – Leigh Bardugo

  • é, a ONU mulheres gosta de pegar famosas para chamar a atenção do público, mesmo quando a famosa é de total discrepância, como o caso de Juliana Paes. o livro parece bacana e quero ter a oportunidade de ler.

  • Oi Márcia, eu vi o seriado e amava, mas o livro não me atrai não por achar overdose demais: seriado + filme + livro. Hahaha.

    Bjo
    Tânia Bueno

  • Olá tudo bem? Eu não sou dessa época, eu só conhecia a Marvel então não sei muito da mulher maravilha, mas eu sei de uma coisa eu quero muito ler esse livro e conhecer um pouco da história dos heróis da dc

  • Não assisti o filme e nem li o livro ainda. Se eu ver o filme antes, dificilmente o lerei! Que legal que você aprendeu muito com a Diana e a sua protegida!! Muito bom poder relembrar os bons momentos da infância, não é mesmo!

    Bjs!

  • Olá!
    Adoro os personagens da DC, inclusive a Mulher Maravilha. rsrs
    Juntando a origem da heroína com a narrativa da autora – que eu adoro, por sinal – imagino a história que deu!
    Quero muito ler!
    Bjs
    Por essas páginas

  • Eu sou da mesma época que você e também não perdia o seriado. Adorei o livro, e confesso que não esperava que fosse juvenil, me surpreendi com isso. E o melhor que que mesmo assim, adultos vão gostar também. Só acho que o livro em si não focou tanto no empoderamento feminino, para mim o foco foi mais a inclusão.
    Bjs, Rose

  • Eu ainda não li o livro nem assisti ao filme, mas tenho curiosidade com os dois. Gostei de ver a sua resenha e fiquei ainda mais interessada. Com certeza é um livro muito bom e um filme maravilhoso.

  • Olá, tudo bem?
    Quero muito ler esse livro. Assisti o novo filme, que lançou esse ano, e amei :))
    Beijinhos,

    https://livroseimaginacoes.blogspot.com.br

  • Olá!
    Eu amei esse primeiro livro da série Lendas da DC. Conhecer a história de Diana foi muito bom, principalmente porque não fazia ideia de como ela era antes de ser conhecida como heroína.
    Não vejo a hora de ler o restante dos outros heróis.
    Beijos!

  • Larissa Dutra
    2 semanas ago

    Olá, tudo bem? Não tive a oportunidade de ler esse livro ainda, mas estou vendo falarem super bem, então estou curiosa para ler. Adorei a resenha!

  • Eu já gostava da ideia do lançamento deste livro, até eu descobrir que vai ter mais no mesmo seguimento, então agora eu amo e quero ler esse para ler os outros dois que vem por aí e parece que o próximo é do Batmam ♥

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

  • Joe de Lima
    2 semanas ago

    Olá, Márcia!
    Já tinha visto esse livro por aí, mas ainda não sabia do que se tratava. Com certeza, vou ler 😀
    Abraços!

  • Oi!
    Imagino que deve ter sido realmente muito bom ler algo que lembra o quanto você era fã na infância, fiquei bastante curiosa para ler o livro desde o lançamento e com a onda do filme que tem a ver um pouco com a história, fiquei mais ainda! Espero ter a oportunidade de ler algo da Leigh. <3

  • Andrea Morais
    2 semanas ago

    Não gosto muito das personagens da DC Comics, mas reconheço o imenso valor da Mulher-Maravilha para nossa cultura.
    Já li a trilogia Grisha de Bardugo e sei que ela escreve muito bem, logo, adoraria conhecer as origens da heroína através da narrativa dela.
    Obrigada pela dica! =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga - me