PUBLICIDADE

[Resenha] O Circo da Noite – Erin Morgenstern

Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580571608
Ano: 2012
Páginas: 368

Sinopse:Sob suas tendas listradas de preto e branco uma experiência única está prestes a ser revelada: um banquete para os sentidos, um lugar no qual é possível se perder em um Labirinto de Nuvens, vagar por um exuberante Jardim de Gelo, assistir maravilhado a uma contorcionista tatuada se dobrar até caber em uma pequena caixa de vidro ou deixar-se envolver pelos deliciosos aromas de caramelo e canela que pairam no ar. Por trás de todos os truques e encantos, porém, uma feroz competição está em andamento: um duelo entre dois jovens mágicos, Celia e Marco, treinados desde a infância para participar de um duelo ao qual apenas um deles sobreviverá. À medida que o circo viaja pelo mundo, as façanhas de magia ganham novos e fantásticos contornos. Celia e Marco, porém, encaram tudo como uma maravilhosa parceria. Inocentes, mergulham de cabeça num amor profundo, mágico e apaixonado, que faz as luzes cintilarem e o ambiente esquentar cada vez que suas mãos se tocam. Mas o jogo tem que continuar, e o destino de todos os envolvidos, do extraordinário elenco circense à plateia, está, assim como os acrobatas acima deles, na corda bamba.

“O circo chega sem aviso. Nenhum anúncio o procede, nenhum cartaz em postes ou outdoor, nenhuma menção ou propaganda nos jornais locais. Simplesmente está lá, quando ontem não estava.”

Antes de mais nada eu diria que é um livro diferente e encantador, com muitos detalhes e claro expectativa. E para aqueles que tem uma boa imaginação e gostam de um espetáculo, eu os apresento Le Cirque des Rêves.

 

“Abre ao cair da noite e fecha ao amanhecer”

Por trás de todo o encanto, truques e efeitos fascinantes do circo, há uma grande competição entre duas pessoas marcadas para um duelo, que desde crianças foram treinados sem ao menos saber a dimensão do que poderia acontecer,

algo que vem acontecendo a muitos anos, e desta vez o lugar escolhido foi o famoso “circo da noite”.
De um lado Célia Bowen é instruída por seu pai desde os 5 anos um famoso ilusionista, conhecido como o mágico próspero (Hector), um homem ambicioso. E de outro lado Marco que aos 9 anos conhece o misterioso “Homem do terno cinza” (Alexander) um grande ilusionista também. Ambos foram treinados para um jogo que só poderia restar um sobrevivente, onde suas habilidades mostrariam o vencedor. Mas não criem tanta expectativa para o duelo em si, pois ai você se surpreende.Conforme o circo viaja pelo mundo, ganha mais forças para a magia e fantasia, encantando a todos por onde passa, cada um dos personagens eu diria que é uma chave para entender melhor os detalhes da narrativa, como por exemplo Poppet, Widget (os gêmeos) com certas habilidades, (e que particularmente são meus personagens favoritos), tem grande peso na historia e Bailey que de espectador e adorador do circo se torna ao fim fundamental para o desfecho.

A narrativa de Erin Morgenstern, achei encantadora, você pode saborear com calma, e em alguns momentos do livro quando se descreve o circo e algumas tendas, como: o labirinto das câmaras, o labirinto das nuvens, o poço das lagrimas, sala dos espelhos… entre outros, é como se estivesse de fato lá, incrível os detalhes. Um outro fato interessante, e que o leitor deve prestar atenção, é na descontinuidade cronológica, nas datas e acontecimentos em cada capítulo, que complementam a estória.
Adorei e indico com certeza! 😉

Boa leitura!

 

“Agora o circo esta aberto, agora você pode entrar.”

Jess

Pisciana no mundo da lua, 27 anos, Potterhead apaixonada (always), como uma boa Geek perdida no universo de livros, séries, games e filmes...

3 Comentários em “[Resenha] O Circo da Noite – Erin Morgenstern

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: