PUBLICIDADE

[Resenha] Pés Descalços de Ivan Bittencourt Jr

pesdescalco2
Sinopse

Leonardo, com seus botões da camisa pólo, nos leva por uma aventura através de suas conclusões e pensamentos sobre a vida. Ele saiu de sua cidadezinha do interior para estudar na capital e, lá encontrou muito mais do que grandes filósofos em leituras infidas, ele encontrou o verdadeiro e desejado amor: o amor poético!

Naquela cidade de grandes luzes e enormes prédios encontra Ana, Julia e Bernardo, uma família que necessita descalçar-se de toda a tecnologia, orgulho, tristezas e desesperanças que tiram a alegria de viver.

Entre esses encontros e desencontros durante o caos alegre que toda uma geração gritou aos quatro cantos do país, o momento mais recente que marcará nossa história, quando todos foram para a rua descalços de tudo que os separavam para: unindo-se por uma mesma causa lutar por mudanças em uma sociedade corrupta e egoísta; Leonardo vai gritando junto e muito mais que isso ele vai falando sobre fé, esperança, música e amor.

O gigante acordou, o amor despertou!

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje a resenha é de um dos livros que o blog recebeu no “Dia dos Namorados” da Editora Chiado. Pés descalços.

A leitura do livro foi interessante porque a princípio ele seria o último da minha lista de cinco. Eu tive a impressão que o livro seria de autoajuda e não estava a fim de ler algo assim, porém, todas as vezes que ia me apegar a ler, era sempre ele que parava em minhas mãos. Por fim, sabe aquela história que o livro é que escolhe ser lido por você? Foi exatamente o que aconteceu. rs

Leo deixou a fazenda e sua vida simples e veio para cidade para estudar e esquecer o que lhe aconteceu no passado.

Até conseguir um trabalho e se virar sozinho, ia ficar Com Ana, uma senhora conhecida de sua madrinha.
Quando chegou encontrou uma casa desestruturada pela tristeza, eles haviam perdido um ente muito querido e importante.

Ana, marcada pela dor te ter perdido seu marido, o verdadeiro amor de sua vida, não sabia e nem tinha forças para ajudar seus filhos e acabou que ficavam cada um no seu canto, em sua própria ilha.

Bernado, filho mais novo, vivia trancado no quarto jogando vídeo game.

Julia , às voltas com celular, mal falava com as pessoas.

Leo sentia-se um peixe fora d’água, mas sabia que tinha que fazer algo para ajudar aquela família e foi o que ele fez. Aos poucos aquela família voltou a ter prazer em fazer as coisas juntos, já sorriam mais entre si, e a vida voltava ao normal.

Mas ele não contava que ia conhecer seu verdadeiro amor ali. Julia parecia um anjo, pouco lhe dava conversa, será que ele conseguirá conquistá-la?

Amei cada página, cada mensagem. Esse livro me fez refletir, me fez querer ser diferente, querer me desapegar de coisas que me fazem mal, aproximar-me mais das pessoas que amo, e, até me fez entrar na onda do livro e escrever minha frase sobre o que é descalçar os pés:

Descalçar os pés é desnudar a alma e ter fé em Deus que Ele sempre trará um novo amanhecer de esperança. É estar pronto para tudo de melhor que há para nós, pois fomos criados para sermos felizes.
Descalçar-se não é tão difícil, é só nos darmos conta que a felicidade, não está nos objetos, nas pessoas e sim no respeito, no amor à vida e ao próximo.

Esse livro realmente é para presentear alguém especial, mas também para quem não é. rs O livro é tão bom que você lê em um tapa!
Valeu muito a leitura. Recomendadíssimo, com certeza.

Pés Descalços
Autor: Ivan Bittencourt Jr.
Data de publicação: Janeiro de 2015
Número de páginas: 268
ISBN: 978-989-51-2620-0
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção
Compre agora nas Livrarias:  Chiado Editora   Bertrand ⇔ Martins Fontes ⇔ Galileu ⇔ Fnac ⇔ Smashwords Janina ⇔ Cultura ⇔ Travessa ⇔ EasyBooks ⇔ Erdos

 

Ivan

Ivan Bittencourt Jr.
Que crê em Deus, que é feliz, que acredita no amor, que divide sorrisos, que fala através de imagens e que fotografa através de textos. Que sou eu!

Assim se define Ivan Bittencourt Junior, escritor, compositor, músico, educador social e profissional da área de desenvolvimento humano, nascido em Guaíba no estado do Rio Grande do Sul no Brasil aos 2 de Fevereiro de 1990, Cristão e membro da Igreja Assembléia de Deus, formado em Gestão de Pessoas pelo Centro Educacional Leonardo da Vinci, busca na fé, na percepção da vida, nos relacionamentos e no mandado de Jesus de servir, criar nos leitores um pensamento desafiador de sentir a felicidade nas coisas mais simples, na luta diária por nunca desistir, na esperança de que as coisas boas sempre vem, no pensar em si mesmo nunca esquecendo do próximo, crendo no amor e na força de se temos que sonhar, então que o façamos com os pés no chão mas as mãos nas nuvens.

Contatos do autor

twitterfacebookyoutubeskoobinstagram

Novo livro

hey pandaEu sei que nem tudo é eterno, mas acho que deveria né? Pelo menos os romances de verão. Hey, Panda, vamos fugir? pode ser a história de amor mais rápida que você vai ler, mas tenho a certeza que irá se sentir dentro dessa história tão atual quanto ao nosso mundo diário de conectividade-ultra-revolucionária-super-virtualmente-instantânea. O amor não segue regras e não é igual pra todo mundo. Nós todos temos os nossos problemas internos, aceitar ser ajudado pelo amor é sempre a melhor escolha. Às vezes a gente não precisa fugir de tudo, mas sim fugir para alguém.

Fonte: skoob

Marcia Lopes

Paulistana, bookaholic. Louca por livros de terror,Thriller psicológico, policial, jurídico... Mas não dispensa um bom romance. Também apaixonada por filmes e séries.

39 Comentários em “[Resenha] Pés Descalços de Ivan Bittencourt Jr

  • Olá Marcia, apesar de você ter comentado que adoro o enredo e a reflexão que ele trouxe eu não consegui ser fisgada para lê-lo =/ Então vou deixar passar a dica.

    Visite “Meu Mundo, Meu Estilo”

    • Olá Jéssica, que pena! Quem sabe um dia por casualidade ele caia em suas mãos, talvez vc mude de ideia. 🙂
      Abraços.

  • Oii
    O livro parece ser encantador! Gostei muito de premissa. Meu tipo de livro!
    Bjus

  • a principio, ele realmente me pareceu um livro de auto-ajuda…
    a premissa dele não me chamou a atenção, e geralmente curto os livros da Chiado… mas esse em específico não me atraiu, apesar da mensagem importante que ele pode trazer ao leitor…
    bjs…

  • Olá, tudo bem?
    Esse livro tem um enredo super interessante. Fiquei bem curiosa para ver essa evolução gradativa da família. Vou anotar o título aqui e quem sabe ler o livro em breve! Beijões <3

    • Oi Roberta.
      A família e assim como nós as vezes só precisamos de alguém que nos apoie e nos ajude abrir os olhos ou resgatar coisas que já sabemos. 🙂
      Abraços.

  • Me encantei! Sera q da pra ler pela net?

  • Nossa, adorei a história!! Muito legal essa mistura com assuntos atuais. Também amo histórias onde alguém sai do interior e vai pra cidade, que fala das coisas que são comuns para nós como se fossem muito mais interessantes.

  • Olá!
    Confesso que apesar da sua resenha bem positiva, o livro não chamou minha atenção 🙁
    Fico feliz que tenha gostado das mensagens e adorei sua frase sobre o que é descalçar os pés.
    Embora esse livro não tenha me chamado a atenção, eu me interessei pela sinopse do novo livro, rs.
    Beijos!

  • Também recebi esse pacote e estava em dúvida de qual pegar pra ler agora, decidi que vai ser esse! rs… Bom saber que você amou cada página e cada mensagem e que ele te fez refletir e querer ser melhor.

    Beijo.

    Ju – Entre Palcos e Livros

  • É tão incrível quando um livro tem esses efeitos sobre a gente, né? Faz com que vejamos as coisas de outras maneiras e queiramos mudar.
    Adorei a resenha e fiquei com muita vontade de ler a obra.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

  • Quando vi a capa realmente achei que fosse auto-ajuda, algo que não estaria no topo da minha lista de leituras, mas sua resenha me cativou, parece ser um livro bem legal.

    http://madminds.weebly.com/

  • hummm Maria sinto tanto que minha resenha tenha passado uma impressão de um romance romântico, ele vai bem mais além disso.
    Mas sim, é uma leitura leve com certeza.
    Abraços.

  • Olá, Márcia.
    Que bom que o livro te conquistou.
    Eu o leria quando estivesse atrás de uma leitura mais leve e de quebra, me encantaria com uma bela história de amor.
    Abraços.

    Minhas Impressões

  • Amei o carinho! Muito obrigadooooo!
    Ficou muito linda! ♥

  • Edna Guedes
    1 ano ago

    Deixo aqui um trecho de Macbeth. Lendo a resenha lembrei de uma das falas de Malcom, filho do rei morto. “Mas é o que eu não possuo! As qualidades próprias de um rei: justiça, temperança, perseverança, devoção, piedade, coragem, destemor, magnificiência…”

  • Pela tua resenha, esse livro parece fazer uma certa crítica ao mundo em que vivemos atualmente, onde deixamos de ter aquela conversa olho-no-olho com alguém, para ficarmos mais em um ambiente conectado, ou procurando viver fora da realidade. Parabéns pela resenha.

    • Na verdade não chega a ser bem uma crítica Marcelo, mas sim de lembrete, um “abrir os olhos” não só com as tecnologias mas em todos os aspectos como materiais e emocionais, muitas vezes precisamos descalçar-se de algum sentimento para percebemos a tranquilidade, o amor, até mesmo a felicidade.
      Obrigada. Bjs

  • Que lindo gente. Se eu o visse na livraria provavelmente não seria o meu favorito, mas depois dessa resenha com certeza eu gostaria de tê-lo na minha estante.

    Beijão

  • Nossa, achei a premissa encantadora… gosto desses livros que mostram a evolução de comportamento das pessoas.
    Bjs, Isa

  • Que história legal e super atual, onde nos prendemos cada vez mais à tecnologias, conversamos pela internet, telefone e nos afastamos das pessoas, nos isolando em nosso mundo. Já tá na minha lista.

    http://www.atraentemente.com.br/

  • Também achei meio capa auto ajuda kkkkkk não sei se leria, apesar de gostar muito de romances, esse não me cativou :/
    http://www.belapsicose.com

  • Não achei com cara de auto ajuda hahaha! O livro parece ser um amor a cada página! *-*

Trackbacks & Pings

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: