segunda-feira, janeiro 29, 2018

Leo Vieira: Livro Grosso é Problema?

O problema de livros muito grandes são somente na hora de investir na impressão e pra vender, pois acabam ficando muito caros. Talvez você possa dividir em duas partes ou fazer uma trilogia. Mas todo projeto bem estruturado alcança o sucesso.
Há uma frase que diz que “nos menores frascos estão os melhores perfumes”. Livros pequenos também podem ocultar grandes surpresas.
Para ter um controle legal no livro, faça primeiro o argumento com etapas em frases ("o herói vai até o escritório", "o vilão arma um plano", "o herói retorna", etc). Se o argumento tiver 4 laudas de word, já dá pra construir um roteiro legal de 40 a 50 laudas, que vai dar em média 100 páginas de livro A5 (14x21 cm).
Depois de registrado na Biblioteca Nacional, se você fizer revisão, diagramação, capa, registros (ISBN, Ficha Catalográfica, Código de Barras) e levar pronto pra gráfica, você vai gastar em média de 12,00 por livro (podendo ficar ainda mais barato dependendo do lote).
Mãos a obra!

Leo Vieira


Magnólea
® Leo Vieira- Direitos Reservados

ESCRITOR (romances, contos, crônicas, composições musicais e roteiros [com filiações e reconhecimentos acadêmicos]), ATOR (teatro e dublagem [com DRT]), ILUSTRADOR (personagens próprios, quadrinhos independentes e desenho animado), e PRODUTOR CULTURAL (feiras literárias). Sua formação é teológica; atualmente está estudando Pedagogia (faculdade), Jornalismo, Cinema e Marketing (por conta própria).

20 comentários :

  1. Olá,

    Eu não tenho dilemas com tamanho de obras. Tem livros que não tem como dividir em volumes, porque acaba perdendo o equilíbrio do mesmo, mas podem ser impresso de uma forma mais barata em papéis mais acessíveis e sem capas glamourosas.
    A qualidade do enredo depende mais do desempenho do autor do que do volume de páginas.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu leio qualquer tamanho de livro Leo, não me importo mesmo. O que me atrai de fato é a história que possa me motivar e me encantar.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Morgana. Eu acho que pra um escritor escrever livro longo, precisa ter muito conteúdo pra contar, além de manter um bom ritmo de escrita. Porque assim como em
      um filme enfadonho, o leitor acaba passando a leitura sem tirar quase nenhum proveito.
      Já li livros excelentes que podiam ser ganhar mais capítulos e também livros tão longos e chatos que só mereceram uma leitura.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  3. Planejamento é essencial mesmo, afinal é melhor ler um livro mais grosso do que ter uma série em que os livros não estejam divididos de forma a entreter o leitor.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi, Mari. É verdade; inclusive, eu já li pequenas histórias cujos argumentos poderiam ser entrelaçados em uma história única, tornando-a muito mais interessante.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Pessoalmente prefiro livros mais finos, além do preço ser menor me preocupo com a fato da leitura se tornar entediante, tenho medo de que isso ocorra em livros grossos.

    www.paginasamais.com

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Para ler eu não tenho problema algum com livros grandes. Na verdade até gosto. Mas realmente, eu nunca tinha pensando no ponto de vista do(a) autor(a), para imprimir e vender deve ficar mais caro. Aí cabe pesar o custo benefício de dividir a história.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adorei seu post, mas não tenho nenhum problema quanto a quantidades de páginas que um livro tem, se a narrativa for fluida e a história bem desenvolvida já me ganha. A única preferência quando leio são os capítulos curtos, sinto um melhor aproveitamento da história, mas tem lá suas exceções.
    Já trabalhei com revisões literárias e vi de perto o quanto se torna caro um livro com grande número de páginas, tipos de folha e bem elaborado graficamente, e as vezes para o autor independente o custo benefício nem sempre vale a pena, e acho que até mesmo por isso o grande facilitador das plataformas digitais e a Amazon tem tido um aumento absurdo de publicações.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. O número de páginas final de um livro é mesmo algo importante a se pensar na hora da escrita para não inviabilizar a produção.
    Ps.: amei a tirinha.

    ResponderExcluir
  9. No livro o que sempre me interessa é o conteúdo, uma das últimas leituras de 2017 foi Vermelho amargo, um livro bem curto e de conteúdo imenso, e recentemente terminei A Cabana do pai Tomás, livro enorme e de conteúdo relevante para história.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Livros grossos e séries longas não me dão medo, acho que o contrário, mais prazer ainda se eu me apaixonar pelas histórias! Beijos,
    Overdose Literária - Paula Juliana
    https://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Não tenho problemas com livros grossos adoro eles só são meio difíceis de manozear.
    As vezes eu acho divisão em duas partes desnecessária,principalmente vindo de grandes editoras eu acabo entendendo como forma de lucro.
    Mas para autores nacionais,de pequenas editoras e independetes eu acabo entendo a divisão em dois.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. eu nem me atenho a essa questão de páginas... geralmente o que me impulsiona pra pegar um livro é o conteúdo que ele tem pra me mostrar... mas com relaçao a editoriais, principalmente pra autor independente, deve ser dificil investir sem apoio de editoras e talz...
    bjs...

    ResponderExcluir
  13. Oiii!

    Tem alguns livros que assustam pela grossura mas só porque é dificil carregar na bolsa, daí recorro ao ebook.
    Gostei da postagem

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  14. Oie
    eu assumo que há alguns livros que tenho preguiça de ler por ser bem grosso mas enfrento mesmo asism pois muitas vezes 1000 paginas dependendo de como for escrita, a gente le que parece 100 e muitas vezes um livro com menos de 100 paginas parece que te, 600 dependendo de como for escrito

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Livro grosso... Esse tema é relativo.
    As vezes o livro é grosso e mal escrito, as vezes é cansativo, as vezes era melhor ter feito em volumes diferentes....
    Assim como livros em série curtos as vezes são sem conteúdo, ou as vezes era melhor ter sido feito em um único volume....
    Acho que o jeito é ler mesmo. Pagar pra ver.
    Agora, sobre pagar, confeccionar... Bem legal saber sobre isso. fora a dica de cadastrar na BN....
    Parabéns pelo post!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  16. Olá Léo!
    Livros grandes me assustam, leitor que está há muito tempo nesse meio literário, e já leu muitos livros, fica com receio de livros grandes, pois fica com medo de ser uma história longa, repetitiva, sem desenvolvimento que prende e clichê rs' eu particularmente, tenho receio, mas quando é bem desenvolvido, a leitura voa e você nem sente que leu um livro enorme haha.. ótima dica para quem escreve, e se empolga nos detalhes, deixando as vezes a história sobrecarregada e tediosa!

    beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!. ♥♥
Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
Comentários ofensivos serão apagados!