segunda-feira, julho 16, 2018

Leo Vieira: Momentos de Ira

As redes sociais constantemente nos obrigam a ler, assistir e acompanhar o que não queremos. Temos as emoções bombardeadas com vários tipos de revolta na política, no comércio e no cotidiano em geral.
É tortura de animais, pessoas justas sendo assaltadas, policiais sendo assassinados, pessoas sendo lesadas, injustiças vindas do governo e a gente se segura para não soltar um comentário extremamente agressivo, que pode manchar a nossa imagem e reputação.
Tancredo Neves, em uma antiga entrevista, comentou que uma ocasião que leu uma crítica ofensiva em um jornal e no mesmo instante escreveu à mão uma furiosa carta de quatro páginas. Ele em seguida foi passar à limpo para a máquina de escrever e reduziu até ficar no tamanho de uma folha A4. Ele foi se acalmando e reduziu a uma pequena carta a qual enviaria por telegrama no dia seguinte à redação do jornal. Na manhã seguinte, ele retirou
da gaveta, viu que não fazia mais sentido e amassou e jogou no lixo.
É por isso que vivemos em meio a tanta estupidez. Amizades que acabam por causa de política, de religião, etc. Relacionamentos que acabam porque ninguém quer entender o outro.
Quando se sentir irritado e rancoroso, transfira essa energia ruim para uma carta e depois a jogue no lixo.
Leo Vieira




® Leo Vieira- Direitos Reservados

ESCRITOR (romances, contos, crônicas, composições musicais e roteiros [com filiações e reconhecimentos acadêmicos]), ATOR (teatro e dublagem [com DRT]), ILUSTRADOR (personagens próprios, quadrinhos independentes e desenho animado), e PRODUTOR CULTURAL (feiras literárias). Sua formação é teológica; atualmente está estudando Pedagogia (faculdade), Jornalismo, Cinema e Marketing (por conta própria).

18 comentários :

  1. Quando agimos no momento da raiva nos arrependemos mais tarde, percebemos que não precisava de tanta fúria, que os maiores prejudicados somos nós mesmos. Temos que parar, respirar, analisar e aí sim teremos condições de tomarmos qualquer decisão sensata!
    Abraços 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Amilton. Nunca tome atitudes quando estiver irritado ou triste demais. Até mesmo quando se está muito feliz não devemos tomar decisões também.
      Abraços,
      Leo Vieira

      Excluir
  2. Amei as tirinhas, principalmente a segunda.
    Realmente, precisamos pensar se o que iremos fazer ou falar é necessário, condizente ou se estamos agindo por impulso. Muitas vezes eu escrevi textos frustrados ou raivosos em meu diário, mas que me ajudou a colocar os pensamentos em ordem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Estou com alguns projetos da turminha em andamento.
      Escrever diário é muito bom, assim como escrever em geral. Mas não devemos nos esquecer que blog também é como se fosse um diário, só que acessível a todos.
      Abraços,
      Leo Vieira

      Excluir
  3. Leo, toda vez que escrevo um textão, antes de publicá-lo, leio e releio e na maioria da vezes não o publico.
    Gostei da ilustração que você incluiu em seu texto sobre Tancredo Neves,
    Também achei a tirinha bastante interessante! E fiquei encantada em saber que é você que faz. Adorei seu blog!
    Sucesso!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eliziane. Obrigado pelo comentário.
      Olha, às vezes me deparo com uns textos compridos, enfadonhos e cheio de rodeios, que nem perco tempo em ler.
      Eu aprendi também que opinião, conselho e contra-argumento só dão certo se a outra parte está preparada e disposta a recebê-los. Hoje em dia, até uma palavra em CAIXA ALTA já pode ser motivo para treta.
      Esse fato do Tancredo Neves, eu acabei adotando para a minha vida e que bom seria se todos fôssemos polidos e contidos em nossas atitudes.
      Que bom que você gostou das tirinhas. No próximo ano, pretendo lançar os primeiros desenhos animados dos personagens.
      Este blog é da Marcia e é um dos poucos em que eu participo e que mais gosto de colaborar.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  4. Olá, perfeito esse post, quando eu era adolescente, fazia um diário, e sempre que me acontecia uma coisa que me abalava eu ia e escrevia tudo que estava sentindo, depois no outro dia quando ia reler o que tinha escrito via o quanto eu tinha me exaltado por algo tão sem importância. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As redes sociais em si são um diário. Eles ficam abertos esperando nossos pequenos textos. Mas também devemos demonstrar uma imagem que queremos que tenham da gente. Não adianta sair colocando tudo o que vem na cabeça, libertando os "demônios interiores", porque a consequência pode ser irreparável.
      Obrigado pelo comentário,
      Leo Vieira

      Excluir
  5. Sábias palavras. Por vezes somos levados pela raiva e acabamos agindo de forma contrária a que estamos acostumados. Dar um tempo para se acalmar é uma ótima saída.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Infelizmente, muitos levam uma vida inteira para compreender isso (quando aprendem).
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  6. Olá Leo, tudo bem?
    Nossa que maravilha
    Ultimamente me abstenho de expressar algumas das minhas opiniões na internet justamente para evitar esse tipo de situação. É triste dizer que hoje as pessoas quase não tem liberdade para nada, para escolher um politico ou partido, time de futebol, gênero favorito, opção sexual ou religiosa... Era de se esperar que ao passar do tempo as pessoas fossem entendendo que cuidar da sua propria vida é a sua verdadeira obrigação, mas enquanto alguns olham, comentam e julgam as opiniões dos outros o mundo vai ficando cada vez mais violento e inseguro.
    Amei a sua postagem e sua colocação.
    Pretendo seguir o blog e acompanhar suas postagens, pois amei o seu trabalho
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Faby!
    Um estudo recente revelou que a sociedade está escrevendo e interpretando muito mal. Você pode ver que qualquer coisa é motivo para briga, como se cada coisa mal explicada fosse numa bomba-relógio ou roleta russa.
    A rede social em vez de ser uma vitrine para expor o seu melhor e apreciar o melhor alheio, acaba sendo o inverso.
    Este blog é da Marcia Lopes, uma das poucas amigas que faço questão de manter contato.
    Beijos,
    Leo Vieira

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem Leo?

    Eu (Yvens) infelizmente tenho esses momentos de explosão em minha vida, com o passar do tempo consegui melhorar e controlar mais, só que ainda tenho alguns momentos em que perco a paciência e sou esquentado. Isso infelizmente é uma falha minha que só com o tempo e dedicação que vou conseguir melhorar.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Yvens! Eu também me irrito e manifesto, só que de uma forma bem polida. Muitos anos de atendimento de telemarketing a gente acaba desenvolvendo isso.
    As redes sociais são espelhos da alma, infelizmente.
    Abraços,
    Leo Vieira

    ResponderExcluir
  10. Oi Leo,
    Meu Deus, como faço pra te abraçar? Eu tenho tido momentos de muita raiva, eles são meio que incontroláveis e eu só quero fazer ficar quieta, sabe? Eu já fiz isso de escrever cartas e jogar fora, mas não deu muito certo pra mim, então, eu só fico na minha cama quieta e pedindo que ninguém me importune.
    Sobre as redes sociais: isso me cansa taaanto. Eu acho que cada um tem sua forma de pensar sobre as coisas e precisamos respeitar isso, sabe? O que falta no mundo é respeito.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Bruna. Já me sinto abraçado pelas suas palavras! :D
      A humanidade está confundindo "falar o que pensa" com "falar sem pensar". Recentemente postaram um estudo de que nunca se escreveu tão mal e se interpretou tão mal uma escrita quanto hoje. Polidez e didática têm que andar juntas.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir
  11. Oieee
    que legal a tirinha, adorei haha nos faz pensar o quanto tantas pessoas perdem tempo na tv com tantos livros esperando para serem lidos, podiam ate mesmo alternar entre tv e livro mas todo mundo só foca em um, uma pena e lamentavel

    beijo
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Catharina. O livro liga a nossa TV mental.
      Beijos,
      Leo Vieira

      Excluir

Obrigada pela visita!. ♥♥
Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
Comentários ofensivos serão apagados!