segunda-feira, julho 09, 2018

{Resenha} Manhã, Tarde e Noite - Sidney Sheldon




Edição: 4
Editora: Record
|ISBN: 8501044466
Ano: 1996
Páginas: 349

SINOPSE: Descobrir o mistério da morte de Harry Stanford e quem tem direito à sua herança são os fios condutores deste novo romance de Sidney Sheldon. Rico e poderoso, com grande influência sobre diversos governos de todo o mundo, Harry Stanford é o patriarca de uma família em decadência. Logo após anunciar a intenção de modificar o testamento, ele morre em circunstâncias suspeitas. O mistério cresce quando, depois do funeral, a reunião de família é interrompida pela chegada de uma linda jovem que alega ser filha do empresário e reivindica uma parte de sua herança.

Deixe que o sol da manhã aqueça
Seu coração quando é jovem
E deixe a brisa amena da tarde
Esfriar sua paixão,
Mas cuidado com a noite,
Pois a morte ali espreita.
Esperando, esperando, esperando .
(Arthur Rimbaud)
A leitura desse livro já começa em clima de suspense policial, Harry Stanford está sendo seguido e sabe disso, como também sabe bem como despistar seus seguidores, você entende que a coisa está muito perigosa pra ele e se não fosse o interesse de muitas pessoas na sua grana, a morte poderia ter sido uma coincidência.

Segundo seu segurança pessoal, Harry teria se desequilibrado durante uma tempestade em alto mar e caído, morreu afogado.

Enquanto é cumprida a burocracia para enterrá-lo, vamos conhecendo seus filhos, funcionários e Harry.

O Juiz Tyler Stanford, filho mais velho de Harry sente um profundo ressentimento do pai, Harry sempre escarnecia de seus planos para o futuro e sabia do seu segredo e costumava usar isso pra conseguir sempre o que queria de Tyler, era sempre a mesma frase " Eu sei Tyler do seu segredinho sujo". Agora morto o Juiz ia poder proporcionar a vida que a pessoa amada "precisava" para ficar com ele.

Woody Stanford se tornou um viciado em drogas, casado com Peggy uma garçonete de uma pequena cidade, fato que ninguém entendia. Woody era muito bonito e carismático e Peggy mal sabia falar corretamente. O fato era que Woody não queria ser igual ao pai e ao mesmo tempo fazia coisas pra provocá-lo, mesmo sabendo que Harry pouco se importava. Mas para ser um corredor de elite, ele precisava ter muito dinheiro e agora com o pai morto, chegou sua vez de brilhar na equipe de Pólo que fazia parte.

Kandall Stanford foi a única que conseguira sucesso na em sua carreira, ela  se tornou uma estilista famosa e ganhava muito bem, mas alguém a estava chantageando e a cada carta que chegava a quantia de dinheiro pedida era maior, agora ela estava à salvo! Seu pai não era apenas bilionário, na verdade ele tinha quase todo o dinheiro do mundo.

Nenhum deles gostaram de saber que teriam de dividir sua herança com Julia Stanford, filha bastarda de Harry, muito menos Tyles.

Julia nunca conheceu o pai, tão pouco ele se dispôs a conhecê-la, ela e a mãe que fora governanta da casa, sempre viveram em extrema pobreza, quando soube da morte de Harry, nem sabia o que sentir, não estava nem aí para a herança, mas sentia vontade de conhecer os irmãos. E quando ela, Julia, a verdadeira filha de Harry aparece só na intenção de conhecer os irmãos,havia uma impostora em seu lugar e  sua vida é posta em perigo.

Então o advogado testamenteiro começa uma investigação e suas descobertas são surpreendentes.

Mesmo não sendo um dos melhores livros do Sidney Sheldon ( mas eu sempre amo todos , rs) é uma ótima leitura e recomendo com certeza.

48 anos até novembro, paulistana, louca por livros de terror, Thriller psicológico, policial, jurídico... Mas não dispensa outros gêneros. Também apaixonada por filmes e séries.

11 comentários :

  1. Eu amo o Sidney Sheldon. Esse livro eu ainda não li, a resenha me deixou ainda mais interessa em ler mesmo não sendo um dos melhores rsrssr

    Bjs
    Jésica

    ResponderExcluir
  2. Hey
    Li parte de um livro do autor e gostei.
    Era emprestado e nem pude terminar, ainda quero finalizar um livro dele.. adoro suspense.

    Vou indicar esse para minha prima, ela está louca pelo autor.

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  3. rs Ah Jéss é que depois de A Ira e o Reverso, Estranho no Espelho, não podia falar que esse era o meu favorito, fato que é releitura rsrsr
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Nana, eu indico sem medo "O Outro lado da meia noite e a Ira dos Anjos e O Reverso da Medalha e ... rs Qdo ela começar vai viciar rsrsrs
    Obrigada pela visita! :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi tanto uma amiga falar que os livros do Sidney Sheldon são excelentes, mas acredita que não li nenhum ainda?? Ganhei um de presente faz pouco tempo e vou ler assim que terminar minha leitura do momento.

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro Sidney Sheldon,
    Considero todos os seus livros que li excelentes.
    Mas nunca li esse em especial...

    Parabéns pela resenha,

    Beijos
    Gabi
    Vida de Bookaholic

    ResponderExcluir
  7. Qual título? Tenho certeza que vc vai gostar muito Nanda!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu tbm e esse fiz releitura e confesso que qse ñ lembrava de nada e não é o melhor dele, prefiro dele quando é feminina a personagem principal. rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Conte-me seus sonhos o primeiro que li, e adorei, e concordo, personagem principal feminino é o melhor!
    Hoje tenho apenas 11 livros dele :)
    Mas não tive oportunida de ler todos srsrs

    ResponderExcluir
  10. Conte-me seus sonhos o primeiro que li, e adorei, e concordo, personagem principal feminino é o melhor!
    Hoje tenho apenas 11 livros dele :)
    Mas não tive oportunida de ler todos srsrs

    ResponderExcluir
  11. Hum, se não é um dos melhores, confesso que li e amei.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!. ♥♥
Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
Comentários ofensivos serão apagados!